Minha Poesia

06
Ago 20

97 (1).jpg

 

97 - O FADO É O AMOR DO FADISTA

 

O fado velhinho é o meu amor

Que não me deixa magoado

Canto-o com devoto fervor

E de felicidade me deixa cansado

Meu coração palpita em seu fogo

Impedindo que seja pecado          

 

E se ele é mesmo o amor

A melancolia nunca chega                                               

Fazendo-me um grande favor

Não deixar a noite ser negra

Porque se no cantar vier a dor     

Cairá da lua a lágrima de seda   

 

O fado é a minha alegria

E não me levará a uma cilada       

Sem ele certamente seria 

A minha vida desencontrada 

E eu ao fado tudo daria

P´ra não a ter desesperada

 

Cantai-o eternos fadistas

Com vossa alegria sem igual

Nem que seja nas revistas

Porque ninguém vos leva a mal

E p´lo fado um dia vão morrer

Cantadores fadistas de Portugal!

 

de: fernando ramos

30.7.2005  

publicado por Fernando Ramos às 14:42

Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO