Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

03
Set18

864 - FADISTA PREFERIDO

Fernando Ramos

 

 

864 1 (2).jpg

 

 FADISTA PREFERIDO

 

Preparo a minha actuação,

Observando a assistência

E ensaio minha voz

Junto dos meus músicos

Dedilhando guitarradas

 

Observo o público

Tentando adivinhar

A ansiedade ou a descrença

Nos seus olhares

E nessa inquietude

Penso se serei capaz

De agarrar esse publico

Que me aguarda

Envolvido na áurea fadista

 

E minha incerteza cresce

Como um mistério inexplicável

Canto o meu fado,

E nele coloco palavras

De paixão e de sofrimento

De ingratidão e inveja

E de mais outras

Que vão saindo por minha garganta

Já cansada por tantas noites de fascínio

 

Peço a quem me ouve

No silêncio da sala cheia de assombro

P´ra me acompanhar num,

Ou noutro Fado mais conhecido

E minha ansiedade vai desaparecendo

E o meu medo vai de fugida

O público aplaude

E eu me sinto o fadista preferido

Das palavras imaginadas

P´lo poeta num banco de Jardim

A beirinha de um passado

De alegrias e tristezas

 

de: Fernando Ramos

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D