Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

07
Jun18

838 - O QUINTAL

Fernando Ramos
  • 838 (2).jpg

     

  • O QUINTAL
  •  

  • Visitamos a casa de uns amigos
  • Daqueles amigos do peito
  • E da janela até conseguimos
  • Desfrutar o Tejo a preceito
  •  
  • Que paisagem admirável 
  • Da minha linda cidade!
  • Bela imagem incontestável 
  • Sorrindo ao rio da felicidade
  •  
  • E quando a tarde já vai finda
  • Surge um bem consensual
  • É um pedaço que a natureza brinda
  • Ao entardecer num belo quintal
  •  
  • Que bem se está naquele regaço 
  • Por debaixo da sombra calma
  • Do abacateiro de algum cansaço 
  • Que nos vai purificando a alma
  •  
  • E nesse lugar de algumas flores
  • Respira-se o ar de fértil pureza   
  • Semeando bem estar e bons odores
  • Repletos de amor e gentileza
  •  
  • Deste maravilhoso espaço de bem
  • Meus amigos não fazem segredo
  • A outros que os visitam num vaivém   
  • Ofertando-lhes seu lugar soberbo
  •  
  • Ali, a poesia se espalha p’lo ar
  • No meio de tanto prazer
  • Goza-se o momento até se ficar
  • Inspirado p´ra tanto saber
  •  
  • Aos meus amigos ternuramente
  • Agradecemos este miminho especial
  • E o que queremos agora e sempre
  • É desfrutar seu maravilhoso quintal
  •  
  • De: Fernando Ramos

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D