Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

01
Jun18

835 - À CHUVA

Fernando Ramos

 

835 (2).jpg

 


 

À CHUVA

Fico parado sem sentir o tempo

E a chuva cai em meu corpo envelhecido

Alguém p´ra mim olha, e eu não sinto

O que importa mesmo é o momento

Que ao frio da agua, me dá um arrepio

Mas eu não lamento

Fazendo-me recordar tempos idos

Da minha meninice

E a chuva atrevida vai em queda

Sem cessar, sem cessar

Passando por meu corpo

Como um acto divino da natureza

 

De: Fernando Ramos 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D