Minha Poesia

28
Mar 18

821 (2).jpg

 

  • LISBOA DO POVO E DO TURISTA
  •  
  • Lisboa, paraíso de sete colinas
  • Desperta aos raios da manhã
  • Brilha o sol nas casas Pombalinas
  • Da bela cidade amiga e cortesã
  •  
  • Nas ruas a liberdade pulula por ali
  • Desde cedinho sob um céu majestoso
  • O povo diz que a cidade é parte de si
  • Abençoada p’lo seu Santo fervoroso
  •  
  • À noite, a lua p’las janelas entra em cheio
  • Nos becos e vielas do fado submisso
  • O turista espreita as tascas, e de permeio
  • Apaixona-se p’la guitarra de timbre castiço
  •  
  • É nesta Capital mágica de mil sois
  • O visitante se move alegremente
  • Nas esplanadas prova pratinhos de caracóis
  • Saboreando-os com cerveja perdidamente
  •  
  • De dia, o estrangeiro Lisboa visita
  • As belezas aquecidas p’lo sol encantado
  • E à noite se perde pela voz da fadista
  • Que lhes dedica o fado de amor perfumado
  •  
  • É assim a maravilhosa Lisboa
  • Que o alfacinha tem p´ra oferecer
  • Tantos a querem como sua fada boa
  • E os turistas já mais a irão esquecer
  •  
  • E no eléctrico turístico vermelho e amarelo
  • Passeia-se p’la Cidade cosmopolita e amena
  • Deslumbrando-se próximo do céu, no Castelo
  • Olhando o Tejo e suas margens que são poema
  •  
  • O turista, calcorreia os bairros populares
  • Deambulando por ali sem alguma maçada  
  • O povo lhes oferece, em faustos jantares
  • Vinho tinto e a bela Sardinha assada
  •  
  • Pelas calçadas vai criando suas ilusões
  • Nesta cidade que para si é um espanto
  • Falam-lhes do grande poeta Camões
  • E da poesia que lhes dá tanto encanto
  •  
  • Na hora do visitante ir embora
  • A tristeza bate com ansiedade
  • Já amam Lisboa conhecida em boa hora
  • Levando no peito a palavra SAUDADE
  •  
  • E a cidade para eles bem se agita
  • Com amor e o calor do céu azul
  • Gritando muito feliz o turista
  • “Lisboa é bela como as ilhas do mar do sul”
  •  
  • De: Fernando Ramos
publicado por Fernando Ramos às 16:43

Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO