Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

749 - TRISTEZA DE AMOR

Fernando Ramos, 05.12.22

 

 

749.jpg

TRISTEZA DE AMOR

No rosto cai a lágrima

No coração vem a dor
Na alma chega a tristeza
E a desilusão do amor

Dói Bem saber este pavor

 

Meu coração canta teu nome
Partiste sem rumo e chorei
Pedido a Deus p´ra que te ajude

 

Neste tempo triste de véus
Foi uma lança que entrou de mais
Choro gritando aos céus
P´ra que eu não sofra mais

 

De ti, nada eu sei
Pouco interessa isso a alguém 
Mas a mim me cativou
Essa forma de ser bem

O teu motivo de viver
Esse que eu não sou

Deixa-me os dias frustrado 
Por viver travesso fado


Sem escolha ou opção
Grandes conquistas vivi
Mas rendido a ti
Entrego meu pobre coração

 

No rosto cai a lágrima
No coração vem a dor
Na alma chega a tristeza
E a desilusão do amor
Dói Bem saber este pavor

 

de: Fernando Ramos