Minha Poesia

02
Dez 19

 

7 (1).jpeg

 

 
 OUTONOS
Já tudo dissemos na rua do tempo
E aqui continuamos nós lado a lado
Em todas as estações do ano
Até nas frias manhãs de Outono
Onde nossos lábios cansados 
Ainda trocam beijos roubados 
Como, se fossemos adolescentes
Meu amor, apesar dos anos
Que por nós vão passando
Ainda nos admiramos das palavras
Já há muito gastas
Aquelas onde suavemente dizemos 
Que ainda nos amamos
E ao olharmos o céu azul 
Aos fins de tarde
Trocamos sorrisos coniventes
Murmurando que estamos juntos
Como no princípio dos tempos 
Então passados
Tempos, que nos foram fortalecendo
Para outros Outonos da nossa vida
Que ainda chegarão
Juntos, caminharemos continuamente 
Vergados pelo cansaço
E também p’la felicidade 
De outros amanhãs 
Onde nos amaremos perdidamente
Dentro de lençóis que guardam
Nossos segredos nus de pudor
E trocaremos sílabas de promessas 
De outros Outonos vindouros
Que nos vão deixar para sempre 
Ligados até ao nosso final 
Ao final, que nós não queremos
Mas onde a vida de mansinho 
Irá deixar acontecer

fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 11:16

Dezembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

16

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO