Minha Poesia

02
Out 17

658 fr.jpg

 

  • ENCONTREI MINHA LUZ
  •  
  • Frequentei maus trilhos da vida
    Vagueava sem rumo, sem lutar
    Vivi no inferno, que dava ferida
    Sem ter ninguém para amar
  • Tantos, tantos, eram meus dilemas
    Com poucas, ou com muitas razões
    Não sei quantos mil problemas
    Repletos de negrejantes ilusões
  •  
  • Depois de enormes caminhadas
    Cansei o horizonte de andar a pé
    Registando todas as pegadas
    Sem nunca, nunca encontrar a fé
  • O enorme mundo quis agarrar
    Era o meu sonho profundo
    Nele andei sempre a pecar
    Choro este acto, vil e imundo
  •  
  • Finalmente encontrei minha luz
    Nas asas do Anjo amigo
    Agradeço o fim da triste cruz
    Deixei de ser o vagabundo perdido
  •  
  • De: Fernando Ramos
publicado por Fernando Ramos às 19:32

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

19
20




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO