Minha Poesia

14
Mar 17

  

554.jpg

 

 

MINHA MÃE MEU DOCE AMOR

 

Minha mãe é uma estrela
No infinito do céu
Foi embora, e estou a vê-la
No lindo sorriso, que é seu

 

Ela é a chama da vida
E o sopro da minha razão
Tristeza em mim é descabida
Porque a trago no coração

 

Para mim, é uma flor
Que alegra minha sala
Aí, a beijo num doce amor
Gravando-a em minha alma

 

Eu e ela, somos um só
Disse-me quando nasci
De mim não tenham dó
Porque ela e eu, vamos por aí

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 10:37

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO