Minha Poesia

26
Fev 17

  

 

 

MAR DA CAPARICA

 

Caminha-se nos areais da Caparica
Debaixo de um sol abrasador
É bem forte, e até pica
A pele macia de bela cor

 

À beira do mar se espera
Boa onda que vai molhar
Vem fria, mas quem nos dera
Que a nosso corpo nunca vá faltar

 

E p´la finíssima areia cor de ouro
O mar desliza vagarosamente
Sua limpidez é o nosso tesouro
Que estimaremos eternamente

 

E o sol quente de um dia de verão
Faz do mar da Costa um paraíso
Muitos se banham com a ilusão
Que bem conserva-lo é preciso

 

Oh Costa, beleza de Cristo
Bem ás portas de Lisboa
Em tuas águas eu me visto
Salpicado por tua areia boa

 

De: Fernando Ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 14:36

Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

16

19
20
21
23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO