Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

527 - VAI À LUTA

Fernando Ramos, 15.01.22

   

527 (1).jpg

  • VAI À LUTA
  •  
  • Ouve, fala-me de ti
    Porque te escondes num manto
    Tua vida é uma fuga sem fim
    Que me causa algum espanto
  •  
  • Só tens de prestar contas a Deus
    Pouco importa, o que te vão cobrar
    Não fujas de pecados teus
    Só a ele, os terás de confessar
  •  
  • E se o súbito inesperado te acontece
    Quando os dramas te passem à frente
    Sofres, porque um amor te entristece
    E seu coração, o teu não consente
  •  
  • Não corras por um mau sonho
    Mais tarde irás sofrer
    Espera, o amor não é enfadonho
    Contigo um dia, ele irá ter
  •  
  • Sei que a vida, é o teu lamento
    E contigo não tem sido generosa
    Mas aparece sempre um momento
    Que te deixará de ser caprichosa
  •  
  • Não procures fantasmas negros
    Eles não te perseguem, nem de perto
    Guarda num baú teus maus segredos
    E vai à luta, de peito aberto
  •  
  • De: fernando ramos
  •