Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

514 - RUGIDO DE ENCANTO

Fernando Ramos, 02.01.22

  

514 (1).jpg

  • RUGIDO DE ENCANTO
  •  
  • A leoa, anda bela e vigorante
    Vagueando entre capim e folhagem
    Seduz seu macho possante
    Satisfazendo ali, sua libertinagem
  •  
  • Inquietos, cumprindo seu cio
    Os animais se unem como amantes
    Dá-lhes prazer cómodo e sem frio
    Que várias vezes, os deixam ofegantes
  •  
  • E em rugidos de grande encanto
    Se entregam, há animalesca vontade
    Os leões, seu mel saboreiam tanto 
    No gozo total de sua intimidade
  •  
  • Nesses dias irrequietos, de sem medo
    Nada os fazem parar na sua postura
    Satisfazendo-se de um prazer soberbo
    Onde rugem por gozar tanta doçura
  •  
  • Acabando prostrados na relva
    Termina ali, sua total ternura
    Continuando seus destinos p’la selva
    Até outro cio, p’ra nova loucura
  •  
  • De: fernando ramos
  •