Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

511 - MEU VIOLÃO

Fernando Ramos, 30.12.21

511 (1).jpg

  • MEU VIOLÃO
  •  
  • Toco o meu violão
    com prazer e fantasia
    As cordas deslizam
  • por minha mão 
    valsando notas,
  • de esperança e alegria
    Vai comigo p’ra todo lado,
    e dele nunca me vou separar
    Componho musicas
  • de algum pecado,
    que delas alguém vai gostar
  • O violão é a minha vida,
    e não o quero perder
    Tomei uma atitude decidida,
    que só o deixarei quando morrer
    Meu violão, meu grande amor,
    se vais embora eu vou sofrer
    Nunca me causes tal dor,
    porque de ti não quero padecer
  • Tu és o meu doce enlevo,
    que me fazes arfar, arfar
    Teus acordes me mantém sereno
    com vontade de te acompanhar
    Fazes de mim um virtuoso
    e por tuas notas ando a vaguear
    Tocas um chorinho carinhoso
    P’ra nossas vidas deslumbrar
  •  
  • de: fernando ramos
  •