Minha Poesia

28
Jan 17

  

 

DOCE GRATIDÃO

  

Em tua sensualidade
me deleito num absurdo
puro silêncio
Deslizando minhas mãos 
por tua pele em busca 
de teus segredos 
mais recônditos
Meus lábios nos teus 
descobrem desejos 
que almejam infinitos sentimentos
E de olhos nos olhos, 
lemos o prazer do fino contacto 
de nosso corpo uno 
que saboreia o manjar do momento
numa caricia quente 
e nua de receios, 
que num vai vem

de doce inspiração 
nos amamos perdidamente,

na plenitude do amor 
que nos preenche de gratidão

 

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 21:00

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO