Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia


07.02.20

34 1 (1) (1).jpg

 

34 - BORBOLETA DE MIL CORES
Borboleta que não paras de voar 
Pela roseira do meu jardim
Vais de ramo em ramo
Procurando um bonito lugar ali
Voa, voa, linda borboleta
enche-me a alma de alegria
O teu voar é tão bonito
Quanto minha alma queria
Minhas rosas ficam lindas
Quando a elas chegares
Teu pousar tem mais graça
depois do lugar encontrares
borboleta de mil cores
Que caminho procurais 
Não gostas do meu roseiral
Ou são picos demais
Linda borboleta de tantas cores 
Já vais cansada de voares
Minhas rosas ficam tristes
Se à minha roseira não voltares
Ó borboleta minha
Mais de mil cores tinhas tu
Voavas pelas as minhas rosas
Como em mais jardim algum
Deus levou-te para outros voos
E a linda roseira deixas-te,
Tristes todos nós ficamos
Porque para outro jardim voaste

de: fernando ramos

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D