Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

322 - GALINHA DOIDA

Fernando Ramos, 22.06.21

 

 

GALINHA DOIDA

 

Sou uma galinha constipada
E dizem que tenho gripe
Já tenho minha vida estragada
Não tarda que alguém me frite

 

Que vai ser de mim meu Deus
Com o que nos estão a fazer
É que, já tenho amigos meus
Que nem servem p´ra comer

 

Sou uma galinha doida varrida
E a mim todos me perseguem
Tenho pouca esperança de vida
Porque agora todos me temem

 

Ó senhores sábios do mundo
Descubram lá a vossa vacina
Porque nós temos gosto profundo
de andar cá, cantando em surdina

 

 

de: fernando ramos

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.