Minha Poesia

16
Mai 21

 

 

SENTES

 

Sentes minhas mãos
em tua pele, que te abraça

 

Sentes meu olhar
que te diz quem sou

 

Sentes minha voz que múrmura
sem pudor
suplicando por um gesto teu

 

Sentes nossos beijos
levados pela brisa
que nos aconchega na noite
de nossos olhares

 

Sentes meu prazer
que em ti penetra,
e te ama perdidamente

 

Sentes meu amor
que este é o nosso momento
de paixão inebriante
em nossos sentidos

 

Sente e ama-me meu amor
ama-me sempre, sempre
e perdidamente

 

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 10:34

Querido fernando,muito lindo e emocionante tambem esse poema,sente no teu coração o beijinho que aqui te deixo com votos de uma vida cheia de paz e muita saúde!! Fica com deus!!
meninaquenaosabenada a 27 de Junho de 2014 às 18:32

Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9



31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO