Minha Poesia

14
Mai 21

 

  • MÃOZINHAS DE VELUDO
  •  
  • Sarapico, mãozinhas de veludo
    trabalhava prós lados do Marquês
    Roubava carteiras, e era tão sortudo
    Que às vezes, chegavam às três
  •  
  • Mãozinhas tinha dias p´ra roubar
    E o Sábado era o pior
    O Domingo era p´ra descansar
    P´ra trabalhar os outros são melhor
  •  
  • Era no Metro que ele roubava
    A carteira que levava sumiço
    Sarapico mãozinhas, a tirava
    Sem que alguém desse por isso
  •  
  • Lá entrou ele no metro
    P´ra uma carteira surripiar
    A um passageiro que ia firme e recto
    À espera de sua estação chegar
  •  
  • E o comboio naquela estação parou
    E foi grande confusão à saída
    Sarapico mais uma carteira roubou 
    A um passageiro de corrida
  •  
  • Para azar do mãozinhas
    O tal passageiro deu por isso
    Armou ali umas confusõeszinhas
    Que deu num grande reboliço
  •  
  • Lá foi chamada a Policia
    E o mãozinhas de veludo foi preso
    Levado com muito pouca malícia
    Por um guarda afoito e teso
  •  
  • P´ra este larápio é uma má ideia
    Os outros andar a roubar
    É que às vezes vai para a cadeia
    E o melhor é ele ir trabalhar
  •   
  • De: fernando ramos
publicado por Fernando Ramos às 19:22

Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9



31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO