Minha Poesia

30
Abr 21

  

  • GENTES DE TAPROBANA
  •  
  • Em muitos mares navegou 
    E foi aportar a Taprobana
    De lá poesia enviou
    Que cá se lê com muita chama
  •  
  • E foi Camões o portador
    Da bela arte de escrever
    Escreveu "Os Lusiadas" num primor
    Que milhões andam a ler

    Algumas trovas ali escreveu
    Para marinheiros de mau mar
    Todas p´ra amada que o eterneceu
    Agora, muitos as andam a cantar

    Dizem, que lá foi acarinhado 
    Por gentes de muita arte
    Fez poesia que deu fado 
    Que se canta em qualquer parte

    É uma ilha de gente feliz
    E os poetas recebe bem
    Taprobana, é como Deus quis
    Que a todos os ama também

    Taprobana meu amor,
    Um dia passaste a Ceilão
    És uma ilha de muito sabor
    Hoje, e desde então

    Siri Lanka, te chamas agora
    Porque a história assim o quis
    Teu nome é mudado desde outrora
    E a poesia, é o povo que a diz

    de: fernando ramos
publicado por Fernando Ramos às 12:18

Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO