Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

267 - SOLTEI UMA LÁGRIMA

Fernando Ramos, 29.04.21

 

 

  • SOLTEI UMA LÁGRIMA
  •  
  •  
  • Soltei uma lágrima,
    não é de alegria
    nem de tristeza
    Caiu no meu mar de ilusões,
    agora anda perdida nas ondas
  •  
  • Soltei uma lágrima, 
    mas não é de mel,
    essas só as abelhas nos oferecem
    Era de afectos 
    que há muito não sinto
  •  
  • Soltei uma lágrima,
    e era de ternura
    gravada em tempos 
    passados em nossos beijos
    agora não sei para onde vai
  •  
  • Soltei uma lágrima,
    não era de enganos
    nem de desenganos
    À muito que os deixei de ter,
    foram com o vento siroco
  •  
  • Soltei uma lágrima,
    não era doce
    porque essas deixaram
    meus olhos, que hoje 
    olham o vazio que me encontro
  •  
  • Soltei uma lágrima,
    mas esta é brilhante
    Será que me encontrei,
    poderei voltar a sonhar
    e não voltarei andar perdido
    num tempo de solidão
  •  
  • De: fernando ramos
  •  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.