Minha Poesia

28
Mar 21

 

 

  • UM DOCE REBELDE
  •  
  • A ti meu doce rebelde
    Que tens nome de poesia
    Te ofereço pedaços de mel
    Caregadinhos de cortesia
  •  
  • Teu nome espiritual
    Batiza doces de pouco mel
    Me inspira desejos sem sal
    Que os escrevo num papel
  •  
  • Bolinhos de doce rebelde
    Que pouco açúcar tem
    Eram feitos´p´ra meu farnel
    Pela senhora minha mãe
  •  
  • Tenho saudades dessa iguaria
    Que era comida pelo Natal
    Que bem que ela sabia
    E a nós nunca fez mal
  •  
  • Rebelde é o doce
    Que leva pouco açúcar branco
    É de sabor agridoce
    E não se deve comer tanto
  •  
  • Os doces para serem bons
  • Não precisam de tanto mel
    E até se fazem bombons
    Que ficam com doce rebelde
  •  
  • Doce que pouco açúcar mantem
    Muitos gostam de ti
    Comam-nos muito bem
    Mas deixem alguns p´ra mim
  •  
  • de: fernando ramos - 245

  •  
publicado por Fernando Ramos às 12:39

Março 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

15
17
19

21
23
25

29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO