Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

227 - DESESPERADO

Fernando Ramos, 26.02.21

 

 

  • DESESPERADO
  •  
  • Ando por aí desesperado
  • Por minha má vida levar
  • Sou um pobre coitado
  • E até já penso me suicidar
  •  
  • Tenho esta má sorte
  • De ser uma alma perdida
  • Como já penso na morte
  • Isto é uma triste sina
  •  
  • Minha vida é de pecados
  • Cometidos ao sabor do vento
  • Eles me consomem aos bocados
  • Por isso este meu lamento
  •  
  • Ao álcool me dediquei
  • Bebendo muito sem parar
  • É uma vida que não desejei
  • Tudo isto tenho de mudar
  •  
  • Mas tudo vou alterar
  • Penso eu com convicção
  • Julgo que alguém vai ajudar
  • Nesta minha decisão
  •  
  • Meu desespero terminou
  • Vida nova vou começar
  • Deus bem me ajudou
  • Nova atitude vou honrrar

  • de: fernando ramos

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.