Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia


30.05.24

 

 

994 fr.jpg

 

  • 994 - ALFAMA BAIRRO DE AMOR 
  •  
  • Artistas nascem na velhinha Alfama
  • Bairro que os vê crescer
  • Em casas de humilde chama
  • Escrevem fado de enobrecer
  •  
  • Lá passam sua meninice feliz
  • Entre amigos que ainda conservam
  • São momentos que o destino quis
  • De boas lembranças que p´la vida observam
  •  
  • E já noutros tempos alguém dissera 
    Que lá, os momentos são belos e infinitos 
    A amizade no bairro é pura e sincera 
    E suas gentes dão sorrisos bonitos
  •  
  • Bairro de muita tradição
  • Com pessoas de coração aberto
  • Hoje, os turistas sentem paixão 
  • Por Alfama que lhes é tão perto   
     
  • Alfama bairro de amor
  • E p´ra todos de longa vida
  • Suas ruas são um primor
  • Da Lisboa, bonita e querida
  •  
  • de: Fernando Ramos

 

 


29.05.24

 

 

993.jpg

 

  • 993 - SAUDADE DE SER FELIZ

    Quando a saudade vai entrando
    Transformando-se em dor
    Com ela voamos bem alto 
    Como um pássaro condor

    E quem procura entre as folhas 
    O lembrar da vida inteira
    Embeleza tal momento
    chegando a saudade, sorrateira

    Se sentir saudade de ser feliz 
    E de beijar a primavera
    Correrá chuva entre os beirais
  • Passando a saudade a quimera
  •  
  • Admirar alguém não é uma saída
  • Apesar de ser muito importante
  • Mas sim, quem toca nossa vida
  • Não trazendo saudade constante
  •  
  • De: Fernando Ramos


28.05.24

 

992.jpg

  • 992 - LÁGRIMA ORFÃ
  •  
  • Em muitas fadigas e lágrimas chorei
  • Sonhos que nunca foram teus
  • E mesmos deixando ruir
  • A piedade dos céus
  • Nunca perdi a esperança de te ter
  • Mas apenas guardo a lágrima orfã
  • Por saudade de ter um amor 
  • Que em ti nunca viveu
  • E enquanto meu coração se tortura
  • Sofrendo num silencio que não amansa
  • Vou perdendo a esperança de ti
  • Que já vai sendo tão escassa
  • Ficando apenas meu arrependimento
  • de te amar
  • Que vai sendo a saudade mais triste
  • Esperando que a chuva lave de vez
  • As lágrimas que chorei
  •  
  • de: Fernando Ramos

 


27.05.24

991.jpg

  • 991 - VIAGEM
  •  
  • Trago bem guardado no coração
  • Todos os paises que visitei
  • E nessas viagens vi pessoas
  • De todas as raças e credos
  • Por um mundo onde andei    
  • Que jamais pensei conhecer
  • Imaginado apenas em sonhos
  • Todas as paisagens que numa janela
  • Tanto de carro, avião ou de barco povoava
  • Me levando a um porto seguro
  • Apreciava momentos que nunca, nunca
  • Mais os irei esquecer
  • E tudo isto que conheci e vi
  • Foi tão pouco para um tempo
  • Que o tempo me pode oferecer  
  •  
  • De: Fernando Ramos


26.05.24

  

 

990.jpg

 

  • 990 - PASSAR PELA VIDA
  •  
  • Toda a pessoa que passa p´la nossa vida
  • Passa sozinha, porque é única
  • E nenhuma substitui a outra
  • Balançando na distancia do silencio
  • De uma e da outra
  • E por ser única e não substituir ninguém
  • Cada pessoa passa sozinha
  • Mas no tempo não vai só
  • Rezando na escuridão
  • P´ra que a magia aconteça
    Não nos deixando sozinhos
  • Porque esse tempo dito e escrito
  • jamais o vento levará
  • E num tempo que não tem tempo
  • A pessoa deixa um pouco de si
  • E leva um pouco de nós
    Há as que levam muito e deixam pouco
  • E as que levam pouco e deixam muito
    Esta é a beleza da imagem inocente da vida
  • E a prova de toda a nossa vida
  • É que no aconchego do tempo
  • Não nos encontramos por acaso
  • Por isso é que cada pessoa que passa
  • Passa sozinha e não vai sozinha
  • O Que torna a vida mais interessante
  •  
  • De: Fernando Ramos


25.05.24

 

 

989 fr.jpg

 

  •  989 - AREIA BRANCA 
  •  
  • No sol quente de verão
  • Caminhamo á beira do mar
  • Pulando nosso coração
  • P´la felicidade de ali estar  
  •  
  • Nessa praia bonita de fina areia branca
  • Descalços, vamos de mãos dadas
  • E pisando a pedrinha que nos encanta
  • Fazemos promessas de amor iluminadas  
  •  
  • E ao sol, que de amor nos faz balançar     
  • Passamos o tempo até o dia findar   
  • E ao som das ondas do mar
  • Trocamos olhares de paixão de encantar
  •  
  • As ondas sentem ciúmes deste amor
  • Mulhando nossos corpos de água fria
  • E nós entre caricias de tanto ardor
  • Percebemos que a onda também queria
  •  
  • de: Fernando Ramos


24.05.24

 

988.jpg

 

  • 988 - FADO RECORDADO
  •  
  • Tudo agora não sou
  • De tudo o que já fui
  • Tudo acabou
  • Porque tudo se dilui
  •  
  • E a chama da vida
  • se perdeu no tempo
  • agora já não há saída
  • Apenas um lamento
  •  
  • Lembro tempo acabado
  • E tudo que vivi
  • Foi um pedaço bem passado
  • O que a vida me deu, e perdi
  •  
  • Restam recordações na memória
  • Que a chuva teimosamente vai lavando
  • Hoje é esta minha história
  • Que agora vivo lembrando
  •  
  • Deixo este meu fado recordado
  • Na bruma da ilusão
  • Que apenas fique gravado
  • Quando Deus parar meu coração
  •  
  • De: Fernando Ramos

 


23.05.24

 

 

987.jpg

 

  • 987 - PEDAÇO DE PÃO
  •  
  • Oh vida terrestre
  • De incerto destino
  • Vivida de norte a sul
  • Num caminho campestre
  • Apenas anseio um gesto de mão
  • Do meu senhor e mestre
  • Que oferte ao mundo um pedaço de pão
  •  
  • P´ra tantos aproxima-se a chegada
  • Da esperança sem dores
  • Vinda da manhã já terminada
  • Trazendo pétalas de lindas flores
  • P´ra embelezar a face e o coração
  • Dentro da alma mais triste 
  • Flutuando nas madrugadas frias 
  • E apenas pedindo um pedaço de pão
  •  
  • Oh mundo que emites tanto ar
  • Poluindo a vida de gentes sem beira e dor
  • Levando-as prós braços do mar
  • Chorando sua tristeza sem amor
  • E olhando o dia à sua maneira
  • Passando o momento de sua razão
  • Na enorme tristeza e tão grosseira
  • Apenas pedindo um pedaço de pão
  •  
  • de: Fernando Ramos


22.05.24

 

 

 

986.jpg

 

  • 986 - LISBOA DO RIO
  •  
  • Esta Lisboa
  • Sempre linda
  • Sempre boa
  • Terra de boa gente
  • Cantando a beleza e o nome
  • Num fado que o fadista entoa
  • Na terra de mil feitos
  • Onde o sol sorri e se emociona
  • Brilhando prós corvos
  • De sua bandeira
  • Lisboa amada e chorada
  • Lisboa encantada
  • E dos sorrisos
  • Valendo tesouros
  •  
  • Lisboa do alfacinha
  • Dos pregões da bela varina
  • Dos bairros castiços
  • Lisboa do turista
  • Fazendo dela bonito desenho
  • Num olhar que pinta a cidade 
  • Ao sol que lhe banha a alma
  •  
  • Lisboa das noites
  • De Santo António
  • E da sardinha fresca e bonita
  • Lisboa do rio
  • De vai e vem
  • E das marés
  • Que lindas margens beija
  •  
  • Lisboa dos poetas
  • E dos trovadores
  • Das mansardas
  • E das bonitas janelas airosas
  •  
  • Lisboa da música
  • Das flores
  • E das cores de Deus
  • Lisboa minha terra
  • E nosso amor
  •  
  • De: Fernando Ramos


21.05.24

 

 

985.jpg

 

  • 985 - FINAL DE TARDE
  •  
  • A tarde termina sua aventura
  • E no seu final a noite vai começar
  • Irá p´ra gente que a noite segura
  • Com rios de amor p´ra se enlaçar
  •  
  • E numa hora a noite se ajeita
  • Aprendendo a ser paciente
  • Para uma aurora perfeita
  • Ou pró rumor de ventania quente
  •  
  • A noite em sobressalto caiu bruscamente
  • E sombras dissimuladas seguem seu caminho
  • O sossego puro é permanente
  • Esperando a aurora seu bom destino
  •  
  • E o dia no horizonte se vai aconchegando
  • Desvendando véus na vida de cada um de nós
  • Até ao final de tarde que irá ficando
  • Aguardando noites dum silencio atróz
  •  
  • De: Fernando Ramos

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D