Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia


02.05.22

619 1 (1).jpg

 619 - ADORMECER NA NOITE

Preciso de descansar meus olhos,
da forte luz que incide sobre páginas
de um livro que vou relendo pouco a pouco
Escrito em pequenas letras que me fazem
piscar em demasia minhas cansadas pálpebras
O vento entra por minha janela
trazendo a brisa gélida da escuridão
E eu, já em dificuldade de desfolhear
as paginas do meu livro,
me deixo adormecer
gozando o eterno sossego da noite

Lá fora, vai brilhando a lua cheia
Lua, de luz pura até doer,
que vai alumiando o prazer de casais
que a vão ofuscando de beleza com todas
as cores da paixão
Onde eles se vão possuindo no sublime gozo,
por baixo daquela claridade que é prelúdio
de uma bela história de amor
Eu, no sono dos justos, faço o meu percurso
de descanso, ficando nesta solidão
no adormecer da noite, que me levará
até ao aparecer do rei sol,
que acontecerá dentro de algumas horas

Depois da noite se esgueirar entre nuvens,
acordarei pronto p’ra começar
meu dia de labuta, ficando por ali até à noite,
onde novamente voltarei a desfolhear
mais uma vez o meu livro,
até ao embebedar do meu adormecer,
como uma rotina já imposta ao meu destino
E a lua lá estará grandiosa e faceira
no seu reinar, espreitando outros namorados
onde corações se vão saciar,
buscando a beleza do prazer eterno
da doce paixão

de: Fernando Ramos


01.05.22

618 (1).jpg

  • S. JÕAO
  •  
  • Ó meu querido S. João
    O povo anda de tanga
    Ouve o grito da razão
    Tira-nos tão pesada canga
  •  
  • O povo pede-te socorro
    leva martelinhos e alho porro, na mão
    É tratado como mau cachorro
    Por políticos de ficção
  •  
  • O Zé, está a ficar farto
    Por isso espera sentença
    Ou se muda este mau trato
    Ou dá com o porro na cabeça
  •  
  • Vamos lá S. João
    Tudo isto mudar
    Senão morremos do coração
    Ou teremos de emigrar
  •  
  • De: Fernando Ramos

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D