Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia


20.01.22

 

532 1.jpg

  •  
  • APENAS UM POEMA
  •  
  • Hoje é um dia feliz
    chegou a divina inspiração poética
    Vem forte, alegre, descontraída
  • Faz-me passar para um papel,
    palavras que completam quadras 
    em rimas, ou não
  •  
  • Hoje vou escrever poesia
    Este é um bonito dia para se ter
    um sinal de inspiração
  • Não sei se vai ser alegre ou triste,
    sei apenas que me vai dizer que está cá,
    e seja o que ela quiser
  •  
  • Escrevo, e vem frases arrebatadoras
    que entontecem um coração,
    e vejam lá, até o meu
    As silabas surgem,
  • vão bailando no cérebro, 
    parecendo estar a representar 
    num palco de espectáculos circenses
  •  
  • Bonito dia hoje para a poesia
    Faço o que muito amo
    Escrevo minha inspiração,
    que sai límpida, simples, 
    cristalina sem rendilhados,
    escrevo apenas um poema
  •  
  • de: Fernando Ramos
  •  


19.01.22

531 1 (1).jpg

  •  PRECISO DE TE FALAR AMIGO
  •  
  • Com lágrimas, 
    percorrendo meu rosto
    Busco de um lugar
    onde se encontre um amigo
    Com ele quero desabafar
    meu desespero,
    e lhe falar de meu erros, 
    e das minhas recordações
  •  
  • Contar-lhe o passado, 
    cujas memórias não encontro 
    meio de controlar, sendo este 
    o sinal de minha angústia
    Quero falar-lhe dos meus amores,
    e desamores de quando jovem
    Ou até dos meus pobres 
    momentos de criança
  •  
  • Preciso de te falar amigo,
    dos trilhos por onde andei
    e de alguns pecados cometidos,
    das injustiças que pratiquei
    Do descontrole total 
    de minha vida a dois,
    que terminou nesta solidão,
    sendo agora minha companheira
  •  
  • Olho em meu redor,
    procuro o amigo de há muito 
    por mim abandonado, 
    e esquecido nos caminhos 
    de minha vida
    Quando ele deveria
  • de ser a ancora,
    p’ra me aconselhar a parar, 
    da minha insensatez
  •  
  • Mas sei, que agora 
    que de ti bem preciso 
    Estás por ai p’ra me escutares, 
    e te rires das minhas parvas 
    loucuras, e asneiras
    Obrigado amigo por existires,
    e que apesar de eu estar
  • tão longe de ti, 
    tu afinal, andavas bem perto
  •  
  • de: fernando ramos
  •  


18.01.22

  

530 1 (1).jpg

  • BRINDAR À VIDA
  •  
  • Quando não complicamos,
    a vida é um céu azul 
    Que nos inspira, 
    e promove a festa ao coração, 
    que nos vai enchendo 
    de felicidade e amor
  • Ela é feita de laços, afectos,
    pequenos gestos e carinhos
    Porquê então pensar que nada 
    de positivo nos acontece,
    e que o bom 
    só está próximo dos outros
  •  
  • Se quisermos não é bem assim, 
    as oportunidades da vida 
    também nos caem nas mãos
    Só as temos de agarrar,
    com a força de quem é vencedor 
    e não o vencido da batalha
  • Como se tivessemos a disputar 
    uma partida de xadrez, 
    jogando as pedras certas, 
    nas casas respectivas,
    que nos faz dar o cheque mate 
    à fatalidade
  •  
  • O melhor portanto,
    é não nos metermos 
    por maus atalhos, não complicar, 
    e brindar ao prazer da vida, 
    que até poderá ser
    com um bom nectar Porto Vintage
  •  
  • de: fernando ramos
  •  
  •  


17.01.22

    

529.jpg

  • LEMBRANÇAS E DESESPERO
  •  
  • Foi embora o Outono,
    e não me deixa saudades
    Suas noites são frias,
    melancólicas, e silenciosas
    E junto à lareira, no calor 
    de sua fornalha, adormeço 
    preso a um livro de acção,
    por vezes tão sombrio 
    como a noite

    As noites de Outono 
    não me trazem boas memórias
    Foi numa delas, que perdi aquela 
    que era o meu doce viver 
    Agora, me resta apenas um livro, 
    e a brasa da minha lareira, 
    que não aquece meu coração 
    cheio de cicatrizes
  •  
  • Por vezes sussurro a Deus,
    zangado por sua insensibilidade
    que trouxe esta solidão,
    que me leva, à absoluta dor
    “És tão cruel meu Deus"
    porque não me levas
    para junto de quem me trazia
    a quentura da alma”
  • Aqui estou só, nestas noites frias 
    onde rasgo lembranças de desespero 
    num grito alvoraçado,
    que vai em busca da louca paixão
    Que se encontra no seu 
    porto seguro da eternidade, 
    e me deixa aqui a morrer 
    de perene saudade
  •  
  • Vivo no sonho de encontrar
    a luz para ir no seu caminho 
    Meu amor partiu, 
    e deixou a perplexidade
    no fundo de mim, 
    como uma dança oculta,
    que é constante na minha vida
    Dela apenas desejo um abraço
    outra vez, puro Indivisível 
    como a flor
    É a minha paixão
    de manifesta, lucidez
  •  
  • de: fernando ramos
  •  


16.01.22

  

528 (1).jpg

  • MULHER, A NINFA ADORADA
  •  
  • A mais bela mulher
    É a brasa da nossa chama
    Não é de um qualquer
    Mas de quem seu coração ama
  •   
  • Tem charme, graça, determinação
    Como um poema de deslumbrar
    Ao amor, entrega-se em sedução
    Pró seu homem, a bem amar
  •  
  • Ela encanta-o, que tanto fascina
    Levando-o ao louco prazer
    É a divina que Deus ilumina
    P’ra fazer outra vida acontecer
  •  
  • Ela é como um violino maroto 
    Que faz bailar a fantasia
    Entrega-se ao companheiro devoto
    Em completa ternura e alegria
  •  
  • É a bela ninfa adorada
    De tantos que a querem em união
    Deus, a esculpiu com mão de fada
    Sendo a sua mais perfeita criação
  •  
  • De: fernando ramos
  •  


15.01.22

   

527 (1).jpg

  • VAI À LUTA
  •  
  • Ouve, fala-me de ti
    Porque te escondes num manto
    Tua vida é uma fuga sem fim
    Que me causa algum espanto
  •  
  • Só tens de prestar contas a Deus
    Pouco importa, o que te vão cobrar
    Não fujas de pecados teus
    Só a ele, os terás de confessar
  •  
  • E se o súbito inesperado te acontece
    Quando os dramas te passem à frente
    Sofres, porque um amor te entristece
    E seu coração, o teu não consente
  •  
  • Não corras por um mau sonho
    Mais tarde irás sofrer
    Espera, o amor não é enfadonho
    Contigo um dia, ele irá ter
  •  
  • Sei que a vida, é o teu lamento
    E contigo não tem sido generosa
    Mas aparece sempre um momento
    Que te deixará de ser caprichosa
  •  
  • Não procures fantasmas negros
    Eles não te perseguem, nem de perto
    Guarda num baú teus maus segredos
    E vai à luta, de peito aberto
  •  
  • De: fernando ramos
  •  


14.01.22

  

526.jpg

  • MINHA GUITARRA
  •  
  • Meus dedos percorrem a guitarra
    Que chora um fado tristonho
    Ao momento, o fadista se agarra
    Com dor, que p´ra ele é medonho
  •  
  • Ele canta este difícil lamento
    Em sua voz rouca, e segura
    No poema deixa seu alento
    Roubado da alma, de vida dura
  •  
  • A guitarra vai no timbrezinho
    Com outras violas, e violas baixo
    Tocam a traição, que mora pertinho
    Deixando o fadista muito embaixo
  •  
  • E no magico ambiente castiço
    Minha guitarra chora baixinho
    O fadista me agradece sem feitiço
    Por tocar o fado tão choradinho
  •  
  • De: fernando ramos
  •  


13.01.22

  

525.jpg

  • OLHA PARA MIM
  •  
  • Ela não me viu,
    ao passar por aqui
    Esperei horas por ela
    e nem sequer deu por mim
    Tenho uma breve ilusão,
    que me vai amar sem fim
    Quero seu coração,
    mas ela, não quer saber de mim
  •  
  • Para ela toco meu saxo
    Na viela da cidade, que fica por aí
    Esperando sua atenção despertar
    Mas ela nem olha para mim
    E são dias de paixão,
    Onde vou sofrendo, por aqui e por ali,
    Até me embebedando de amor
    Mas ela não pensa em mim
  •  
  • Ainda me resta a leve esperança
    Que parece uma bizarraria, sim
    Que no meu frenesi silenciado
    Se aproxime até aqui, e eu
    Com o meu saxo de nota só
    Na viela, toco uma melodia para si 
    Vivendo no belo sonho que apenas, 
    mas só apenas, ela olhe para mim

    de: fernando ramos
  •  


12.01.22

  

524 (1).jpg

  • É PRECISO
  •  
  • É preciso não ter medo
    É preciso dizer não
    À exploração que começa cedo
    E a quem mata nosso irmão
  •  
  • É preciso lutar
    É preciso estar atento
    A quem nos quer matar
    E nos tira o sustento
  •  
  • É preciso desconfiar
    É preciso não acreditar
    Dos que nos andam a maltratar
    E de quem nos quer enganar
  •  
  • É preciso um mundo melhor
  • É preciso acabar a guerra
    Para quem vive na dor
    E da fome, sua vida encerra
  •  
  • É preciso amar a vida
    É preciso ser solidário
    P´ra tantos, o puder castiga
    E é só simples operário
  •  
  • É preciso dar amor
    É preciso ter esperança
    P´ra quem vive no horror
    E não tem o sorriso da criança
  •  
  • De: fernando ramos
  •  


11.01.22

  

523 (1).jpg

  • TEJO DA SAUDADE
  •  
  • Meu Tejo, lindo e precioso
    Rio de alegria e felicidade
    Nas margens, um povo receoso
    Há anos, lutava por liberdade
  •  
  • És dos Botes, e das Fragatas 
    Do Varino, da Falua, e da Canoa
    Das correntes, e das marés fartas
    Que por amor abraçam Lisboa
  •  
  • Tens nas águas os Cacilheiros
    Que se esgueiram p’la maré
    Trazem trabalhadores guerreiros 
    Desembarcando no Cais Sodré
  •  
  • Tejo do pescador matreiro
    E do nosso Navegador herói
    Percorres o horizonte costeiro
    Ali, onde o futuro se constrói
  •  
  • Oh rio, das boas lusas gentes
    Que amam a sua Cidade
    Tuas águas levaram valentes 
    Desaguando em fraternidade
  •  
  • Meu Rio Tejo da Saudade
    Caravelas tu viste partir
    Com marinheiros de liberdade
    P’ra um mundo melhor, descobrir
  •  
  • De: fernando ramos
  •  

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D