Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

477 - DIVINA SANTA LUZIA

Fernando Ramos, 26.11.21

 

 

  • DIVINA SANTA LUZIA
  •  
  • Na velha calçada que pisei
    Prós os lados de Santa Luzia
    Rezei à Virgem tudo que sei
    Até os pecados na Mouraria
  •  
  • A penitência será dura e sem Lei
    Cumprida no miradouro Santa Luzia
    Lá vou sofrer porque abandonei
    Um coração, que muito me queria
  •  
  • Hoje caem lágrimas salgadas
    Deste amor que fui afastar
    Lembranças não são abençoadas
    Porque dela andei a troçar
  •  
  • Depois das oportunidades me dadas
    Ela, tenho de voltar a conquistar
    À Divina, imploro paixões sonhadas
    P’ra seu coração eu agarrar
  •  
  • Minha Santa Luzia peço perdão
    Por tal imprudência cometida
    Agora quem sofre, é meu coração
    Por ter castigado a paixão perdida
  •  
  • E por minha mente passa a união
    Que por ela nunca foi conseguida
    Na Igreja vou encontrar a razão
    Da tristeza que perdura na vida
  •  
  • De: fernando ramos