Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

454 - ARTESÃO DE VIOLINOS

Fernando Ramos, 03.11.21

  

 

  • ARTESÃO DE VIOLINOS
  •  
  • Esculpi um pedaço de madeira
    Construindo um lindo violino
    Dei um toque à minha maneira
    P’ra seu timbre voar cristalino
    Sua grossura foi reduzida
    Raspando-a delicadamente
    Para acústica ser bem ouvida
    Por um público muito exigente
  •  
  • Não será um Stradivarius, não
    Este instrumento que fui fazer 
    É preciosidade de minha mão,
    A peça de arte que fiz nascer 
    Não sou um mestre de violino
    Mas faze-los dá-me prazer
    Faço-o num estilo muito fino
    Quando pronto, é lindo p’ra ver
  •  
  • É soberbo o timbre que faz 
    Alguns ouvidos se regalam
    Talvez eu, um dia seja capaz
    Esculpir o Stradivarius, de que falam
    Não serei um Artesão dotado
    Mas faço violinos com primor
    Onde alguém endinheirado
    Os vá ouvir com muito amor
  •  
  • Fernando Ramos