Minha Poesia

31
Dez 20

 

  • 190 - AÇORES

  • Açores, fértil terra encantada
  • Nove ilhas tens tu
  • De belas flores perfumadas
  • Que não há em lado algum
  •  

  • Do Corvo a Santa Maria, vais
  • Encontrar mistérios e pureza
  • Por todas as ilhas se deitam ais
  • De deslumbramento e beleza

  • Tu és Portugal, Açores
  • E vives em nosso coração
  • Tens ilhas multicores
  • Que Deus fez com emoção
  •  
  • És um paraíso natural
  • De gentes simples e amigas
  • Todos amam ser Portugal
  • Dizem os Açorianos nas cantigas
  •  
  • Ilhas de paz, elas são
  • E de lagos de bons ares
  • Todas tem a protecção
  • Do Santo Cristo dos Milagres

  • Furnas e Lagoas, tens
  • Pró povo são suas vaidades
  • Qual a mais linda não sei bem
  • Mas entre elas, as das Sete Cidades
  •  
  • Nós, deste lado do Atlântico
  • Prós Açores queremos partir
  • Nem que seja por ser Romântico
  • Como as ilhas nos fazem sentir

  • de: fernando ramos - 190
publicado por Fernando Ramos às 22:47

30
Dez 20

 

  • SOBE PETRÓLEO, SOBE

  • Sobe petróleo, sobe
  • convencido que matas o mundo
  • Para onde vais?
  • Tua subida é galopante
  • e todos nós perdemos
  • Não corras petróleo, pára de subir
  • Assim, levas-nos ao fundo
  • e tu não vais ao fundo
  • mas não vais ter futuro
  •  
  • Sobe petróleo, sobe
  • Quanto mais rápido subires
  • mais próximo estás do teu fim
  • Nós ficamos cá no fundo, é certo
  • mas um dia, dele iremos sair
  • Tu irás desaparecer
  • e não vamos chorar por ti
  • As nossas lágrimas
  • são mais importantes que tu
  •  
  • Sobe petróleo, sobe
  • Quando chegares o topo
  • contempla o teu final
  • Depois de ti, e para ti
  • nada vai restar
  • mas nós ficamos para te consolar
  • Não por amor a ti
  • porque esse é demasiado valioso
  • mas tu não
    Tu só serves, para te usarmos
  • e para nós o amor não se usa
  • ele é a nossa respiração
  • a nossa tolerância, a nossa solidariedade
  • Tu petróleo, não és nada disso
  • não és assim tão importante
  • para a nossa vida como julgas
  •  
  • de: fernando ramos - 189 
publicado por Fernando Ramos às 16:44

29
Dez 20

 

 

  • TUDO A MUDAR OU NÃO

  • Será que mudaram os tempos?
  • O mundo poderá ser de confiança?
  • Nessa é bem melhor não acreditar
  • Basta ver como ele é composto
  • Nada de novidades por este Condado
  • Nada de paz, nem tolerância
  • Tudo velho, tudo na mesma
  • Guerras e desgraças todos os dias
  • Não sei para onde caminhas mundo
  •  
  • Tanta fome tanta insugurança tanto dó
  • Que por aí vais provocando
  • Grita-se por mudança, mas ela não vem
  • E o mundo afinal, não é de confiança!
  •  
  • Dizem que o mundo muda todos os dias
  • Mas se é de confiança, isso não é certo
  • Teremos de fazer um mundo de confiança já!
  • Nossos filhos tem de refletir e sentir
  • Que o mundo gira, e só pode girar
  • Na base do bem e da confiança
  •  
  • de: fernando ramos  - 188
publicado por Fernando Ramos às 11:17

28
Dez 20

 

 

A RAINHA E O VENTO SUÃO

 

Alegrai-vos, povo alegrai-vos

A voz da rainha voltou
Já faz alguns anos
Que o vento Suão a levou


Partiu, e não mais regressou
A nossa fadista maior
A guitarra se revoltou
Do seu triste destino menor


O povo chora na rua
Esta sua longa ausência
Mas nos corações contínua
Oferendo-nos fados, sua sentença

 

Um dia p'la rainha se chorou
Num momento de muita emoção
Quando o vento a levou
Ficou apenas a recordação


Perguntem ao vento Suão
Se no céu a vão ver cantar
Porque os Anjos que lá estão
Nas guitarras a irão acompanhar

 

Ela é a nossa maior Diva
Dizem os que cá estão
O vento a levou para lá
Mas sua apreciada voz, não!

 

Alegrai-vos, povo alegrai-vos
Que a rainha está presente
Ela não foi embora
Seu fado nos deixa contente

 

de: fernando ramos - 187




publicado por Fernando Ramos às 19:30

27
Dez 20

 

  • TEU OLHAR EM MIM

  • Um brilhozinho estou vendo
  • Nesse olhar muito guloso
  • Ou ele me está querendo
  • Ou é um verdadeiro mentiroso

  • Me disse um passarinho
  • Que teu olhar me sorri
  • Ele vai em meu caminho
  • Procurando por mim

  • Que bonito teu olhar
  • Que eu estou a ver agora
  • Um canário te vai contar
  • Como o meu também te adora

  • Nossos olhares se vão cruzar
  • Qualquer dia ao amanhecer
  • Eles, irão sempre se amar
  • E as avezinhas vão ver
  •  
  • de: fernando ramos  - 186

publicado por Fernando Ramos às 12:06

26
Dez 20

 

  • 185 - A NOSSA SELECÇÃO

  • Joga a nossa selecção
  • Com uma equipa forte e feroz
  • Esta é uma boa razão
  • Pró apoio de todos nós

  • Vamos-nos emocionar por ela
  • Com todo o nosso fervor
  • Os jogadores amam jogar nela
  • Por isso lhes oferecem amor

  • Força rapazes do nosso país
  • Gritamos nós, até ficarmos roucos
  • Ganhem nem que seja por um triz
  • E ficaremos todos loucos

  • As cores da nossa selecção
  • São as mais lindas do mundo
  • Os Jogadores as sentem no coração
  • E por elas, um amor profundo
  •  
  • Vamos lá p´ra a vitória
  • Com os golos que marcarem
  • Levem o país à glória
  • P’ra milhões de alegria chorarem
  •  
  • Em qualquer estádio que se jogar
  • Seremos uma Nação Valente sem igual
  • P’la selecção, iremos bem gritar
  • Muitos vivas a PORTUGAL
  •  
  • De: fernando ramos - 185


publicado por Fernando Ramos às 10:27

24
Dez 20

 

  • UM FUNCIONÁRIO PÚBLICO

  • Vou contar um segredo
  • Que para muitos parece mal
  • Há p´ra aí senhores do governo
  • Que nos andam a tratar mal

  • Sou funcionário público
  • Do meu querido país
  • Pensam que é um trabalho lúdico
  • Mas foi a pior escolha que fiz

  • Sempre trabalhei com gosto
  • E com muita honra até
  • E agora para meu desgosto
  • Parece que é crime, mas não é
  •  
  • Estou lá, há muitos anos
  • E agora andam aí uns senhores
  • Que aos meus direitos causam danos
  • Como se eles fossem uns horrores
  •  
  • Digam lá políticos espertos
  • Que mal é que nós fizemos
  • Para nos tirarem os direitos
  • Quando eles eram certos
  •  
  • Não se faz o que andam a fazer
  • E que tanto mal nos estão a causar
  • Nas próximas eleições vamos ver
  • Depois digam que tiveram azar
  •  
  • Ser funcionário público antigo
  • Agora parece que é muito mau
  • E por isso temos como castigo
  • Os políticos a darem-nos tau tau
  •  
  • E estão aí uns doutores
  • com muita sabedoria
  • Dizem, sermos nós os causadores
  • De eles terem feito, só porcaria
  •  
  • Os senhores governantes poderosos
  • Que acabam com direitos adquiridos
  • Não passam de políticos medrosos
  • Porque os seus não são mexidos

  • São uns espertos estes farsantes
  • Julgando-se com muita piada
  • Não passam de maus governantes
  • P´ra azar da nossa vida desgraçada
  •  
  • De: fernando ramos




publicado por Fernando Ramos às 11:34

23
Dez 20

 

 

  • IDA AO JARDIM ZOOLÓGICO

  • Fui ao Jardim Zoológico
  • os nossos amigos ver
  • Eu sei que não seria lógico
  • se dai não viesse prazer

  • Encontrei lá o Rei Leão
  • distraido a descansar
  • Os Gorilas tão feios são
  • e as Zebrinhas estavam a mamar
  •  
  • Pelo Zoo, grande volta dei
  • e tantos animais eu vi
  • Só à noite é que de lá voltei
  • quando das Araras me despedi

  • Foi uma grande festa
  • com o Macaco Aranha
  • ele sabe que não foi desta
  • que lhe percebi a manha
  •  
  • Os Camelos também vi
  • e pouca água tinham bebido
  • Mas quem estava por ali
  • era um Tucano que andava fugido

  • Passei junto do Elefante
  • e também pela Girafa
  • A ele, não o achei elegante
  • mas ela estava com muita graça
  •  
  • Que belo dia eu passei lá
  • e o recomendo a todos do coração
  • Amigos daqueles melhores não há
  • vão ao Zoo ver se não tenho razão

  • de: fernando ramos
  •  
publicado por Fernando Ramos às 15:08

 

 

  • JOANA VAI PARA ESCOLA

  • Joana vai para escola,
  • alegre e bem segura
  • Leva dentro da sacola
  • seus livros de leitura
  •  
  • Vai com gosto e contente
  • porque lhe dá muito prazer
  • Ela tem em sua mente
  • trazer de lá muito saber

  • Muito gosta de estudar
  • seja de noite ou de dia
  • Seus livros vai desfolhar
  • com cuidado e alegria

  • Joana quer saber muito
  • para um bom final chegar
  • É que tem como intuito
  • seu futuro organizar
  •  
  • Lá deixou a secundária
  • e para a faculdade passou
  • Seus estudos são da área
  • p´ra que ela se organizou
  •  
  • De: fernando ramos
  • - para a minha filha com um beijinho de muito amor
publicado por Fernando Ramos às 10:46

22
Dez 20

  

  • ABANDONO

  • Quem é abandonado,
  • foi traido por acontecer
  • Terá começar de novo
  • sendo livre pró fazer 

  • É difícill ser idoso e só,
  • p´las ruas de qualquer cidade
  • Vê-los andar por aí dá dó,
  • a isso não se chama liberdade
  •  
  • Abandonados, caminhando vão
  • tratados como trapos velhos
  • Eles apenas pedem pão,
  • amor, e alguns conselhos
  •  
  • Na rua, ninguém liga
  • ao seu passo brando e cansado
  • Aos idosos ninguém lhes diga,
  • que são um pesado fardo
  •  
  • Devemos dar-lhes muito amor
  • e também alguns conselhos
  • Se um dia tivermos dor
  • é por sermos nós os velhos
  •  
  • de: fernando ramos
  •  
  •  
publicado por Fernando Ramos às 19:42

Dezembro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16

25



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO