Minha Poesia

31
Ago 20

  • 106 - ESSE OLHAR
  •  
  • A luz dos olhos meus
  • Procura teu doce olhar
  • Brotam lágrimas por versos teus
  • por tarde eu o encontrar
  •  
  • À noite com teu olhar quero estar
  • Em pensamentos de amor
  • O meu só irá alcançar
  • P´ra me amares com rigor 
  •  
  • Esse olhar é da minha carne 
  • Quando te amo no chão
  • Teu amor tem muita arte
  • Porque nem diz sim, nem não
  •  
  • E na noite tornada escura
  • Me prendes no teu olhar
  • Ele me leva à loucura
  • Até meu peito se incendiar
  •  
  • Enquanto meu olhar te cerca
  • Dizes que passas ao lado
  • Deus queira que nunca me perca
  • Num triste grito calado
  •  
  • No dia que for dono desse olhar
  • Vou içar ao vento minhas velas
  • Meu barco irá navegar
  • Nas águas revoltas das caravelas
  •  
  • E nesse mar de tanto sal
  • Vai meu barco até ao cais
  • Próximo de teu olhar fica o areal
  • Onde o meu não brinca mais
  •  
  • No barco, ao chegar ao cais
  • teu olhar voltei a ver
  • O mar não deu tempo
  • ao que o meu, tem p´ra dizer
  •  
  • de: fernando ramos

02.8.2005 

publicado por Fernando Ramos às 14:31

30
Ago 20

105 (1).jpg

 

105 - OS ARTISTAS NO OLIMPO 

 

No Olimpo convivem os Deuses

E outros, ainda mais

Deus, tem lá artistas seus

Mais importantes que Generais

 

Muita gente boa por ali está

Que jamais, irão sair

Se Deus os chamou p’ra lá

Foi prós ouvir, e ver sorrir

 

E eles, lá estão com Deus

Na sua longa eternidade

Amália e Hermínia nos fados seus

Entretendo tantos de felicidade

 

Ao Sinatra e à Marlene Diertrich

Mais outros artistas mundiais

O céu ilumina-os sem fetiche

P’ra suas festas celestiais

 

Dos tangos, tem lá o Gardel

Que, com Anjos anda dançar

Mas o que há por ali a granel

São trovadores e fadistas a cantar

 

E outros mais, por lá há...

Como Mozartt, ao piano improvisando 

O Miller do Jazz, também lá está

Mais a Severa, sublimes fados cantando

 

Já não falando do poeta Camões

Com suas Musas e Sereias

Ou Stº. António escrevendo sermões

Mais o Cousteau, estudando as baleias

 

E se no Olimpo, há tão bom viver

Com as pessoas bonitas que lá estão

Um dia ficaremos todos a saber

Que não são só génios, que p´ra lá vão

 

E se vamos por esse caminho fora

Em outros talentos, falar eu devia

No Charles Darwin que também lá mora 

Terminando no William Shakespeare

 

E se Shakespeare lá escrever

Suas obras os vão maravilhar

Santos, e Anjos irão ver

Poemas dele, Amália cantar

 

E Deus ilumina esses espíritos bons

Que dançam num verso solidário

Acolhendo seus filhos de belos tons

Nesse Paraíso celeste extraordinário 

 

de: Fernando Ramos

01.08.2005   

publicado por Fernando Ramos às 11:32

29
Ago 20

104 - AMAR INTENSAMENTE

 

Quem comigo anda a dormir

só eu sei e não vou dizer

Porque ela me pode fugir

e a paixão fica a perder

 

É segredo que não vai sair

do nosso leito de bom viver

Meu amor contigo quero ir

às noites de bem querer

 

É uma mulher de tanto amor

e meus sentimentos se perdem nela

Amamo-nos com tanto calor

que grande mulher aquela

 

Damos beijos de doce sabor

que um deles é de canela

Nossos corpos amam sem dor

como eu gosto do amar dela

 

Tanto amar leva-nos à loucura

enrolados nesta paixão 

A ela tenho tanta ternura

que nem sofro de solidão

 

De manhã pela frescura

trocamos olhares de emoção

Para mim não há mulher tão pura

a que vive em meu coração

 

de: fernando ramos

01.08.2005

  

publicado por Fernando Ramos às 15:00

12
Ago 20

 

 UMA BRISA

 

Esta noite 

sentimos a brisa do mar

que por nossa janela entrava

Bem fria era essa aragem

e tu meu amor

deslizando num mar de razão

na suavidade dum doce toque 

aconchegaste teu corpo ao meu

Num laço eterno de doce amar

confortando-nos o calor do prazer

e sem palavras nos beijámos

Sentindo um pouco de mim em ti

 

Esse pequeno gesto fez-nos

vibrar em ardente desejo

prolongado no silêncio dos amantes

E abraçados iniciámos o tímido 

jogo de sedução, 

E amamo-nos como tantas

e tantas vezes o fazemos

E num pulsar nossos corpos 

em colunas de fogo iniciam

a sua viagem estonteante

 

Suspirámos de prazer e paixão

num frenesim de movimentos

de avanços e recuos 

alcançando o sublime prazer 

que alimenta o silencio

da nossa poesia de amor 

 

Que felizes estávamos 

como nos contos de amor

na noite de farto festim

agradecendo a uma brisa 

que pela janela entrou

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 16:54

11
Ago 20

102 - SER OU NÃO SER

 

Forte e génio não serei

sou aquilo que tenho de ser

Há quem não goste 

dizem que são mais de cem 

desses quero lá saber

  

Para mim está tudo bem

desde que não compliquem

Quem está mal pode sair, também

os outros então que fiquem

 

Parece muito confuso

mas é fácil de resolver

Ou se gosta, ou não se dá uso

assim não é difícil perceber

 

Não me meto em confusões

nem digo palavras singelas

Fujo sempre de más situações

porque estou bem longe delas  

 

Sei até onde posso ir

nunca vou mais além

não me façam lá ir

que por mim está tudo bem

 

E vos digo que sou assim

e já nem vou mudar

Gosto de coisas simples p´ra mim

mas há quem queira complicar 

 

Ser ou não ser, fácil é

mas vão ver que não é bem assim

todos acabamos por complicar

até eu me complico a mim

 

de: fernando ramos

01.08.2005</em>

 

publicado por Fernando Ramos às 11:25

10
Ago 20

101 - OLHANDO PARA TI

 

Ao ver-te nessa janela

recordo como te amei

de forma perfeita  

quasa louca de sentimentos

gravados em poemas meus 

que voavam como bátegas

de cristal por teus cabelos 

Procurando um horizonte

de palavras ingénuas ditas

que terminavam num tempo

acabado em teus lábios

Perdidos de beijos meus

entre murmúrios de promessas 

p´ra toda a nossa eternidade

 

Agora ao ver-te aí à janela

penso nas loucuras 

que trocámos sem sabermos

onde nos levava os abraços

que enlaçava

os meus e teus sorrisos

E só o amor nos obrigava

a procurar refugio dentro 

dessas mesmas loucuras

Hoje isso tudo faz parte 

do nosso passado 

como uma tremenda

saudade minha

 

Ao olhar para ti

Na na nossa janela

não posso sequer pensar

em me aproximar

meu amor

Porque os Anjos Arcanjos

que me protegem

nesta minha 

nova vida de espíritos

não permitem nosso encontro

São agora eles os guardiões 

da minha eternidade 

adormecida em meu olhar

 

de: fernando ramos

31.7.2005 

publicado por Fernando Ramos às 17:31

09
Ago 20

100 - MINHA NOSSA SENHORA 

 

Nossa Senhora de muita fé

tantos milagres te pedimos

Não deixes a guerra ficar de pé

e traz paz aos peregrinos

 

Ajuda todos nós

na tua Santa paz

Acaba com a guerra atroz

já que o homem não é capaz

 

Te pedimos com muito fervor

e por ti nós rezamos

Traz harmonia e muito amor

a todos que muito te amamos

 

Senhora de Fátima te pedimos

milagres para os doentes

Saúde para todos, queríamos

e protege os teus crentes

 

Faz para todos um mundo melhor

porque bem andamos a precisar

O mundo cada vez está pior

por isso todos devemos rezar

 

Eu por ti rezo sempre

para nos ajudares

E peço-te piamente,

para os povos libertares

 

 

de: fernando ramos

31.7.2005

publicado por Fernando Ramos às 15:39

08
Ago 20

99 (1).jpg

 

99 - PARA TI, ORQUÍDEAS

 

Minha orquídea de várias cores

que bonita és tu

Fazes nascer tantos amores

e o meu será mais um

 

Orquídea, tu és tão bela

és menina exótica de sentimentos

Tuas pétalas amarelas

me oferece bons momentos

 

Dei hoje ao meu amor

orquídeas de muitas cores

Em troca me deu sem temor

beijos carregadinhos de sabores

 

Meu jardim é uma festa

de tantas orquídeas terem

Faço dele uma floresta

para elas, lá bem viverem

 

Deus foi tão generoso

as orquídeas nos dar

Mas ainda foi mais bondoso

fazer o meu amor, me amar

 

E as orquídeas amarelas

No amor são rainhas de rara beleza

Suas pétalas são singelas

Não entrando nele a tristeza

 

E os artistas apaixonados

orquídeas vão sempre oferecer

Mas seus amores desencontrados

Por vezes recusam receber

 

Para ti, orquídeas amarelas e brancas

Salpicadas em beijos de mel

Com suaves lembranças brandas

nas nossas vidas de carrossel

 

de: fernando ramos

31.7.2005

 

publicado por Fernando Ramos às 10:31

07
Ago 20

98.jpg

 

98 - SENHORA DE FÁTIMA

 

Senhora de Fátima, nos encantas

És a nossa mãe Celestial

Aos doentes dai-lhes curas Santas

P´ra acabar com todo seu mal

Teus milagres a todos espantas

P´ra nós és a Santa especial

 

O mundo por ti tanto chora

Com sua fé e emoção

Perdoa-nos a todos sem demora

Os pecados sem coração

Cá na terra muito se ora

P´ra que tragas amor e razão

 

És a nossa Santa mãe

Todos te agradecemos por isso

Pede por nós a Deus também

Até ao dia do nosso juízo

Com teu amor e paz que é um bem

Neste pobre mundo submisso

 

de: fernando ramos

31.7.2005

 

  

publicado por Fernando Ramos às 22:11

06
Ago 20

97 (1).jpg

 

97 - O FADO É O AMOR DO FADISTA

 

O fado velhinho é o meu amor

Que não me deixa magoado

Canto-o com devoto fervor

E de felicidade me deixa cansado

Meu coração palpita em seu fogo

Impedindo que seja pecado          

 

E se ele é mesmo o amor

A melancolia nunca chega                                               

Fazendo-me um grande favor

Não deixar a noite ser negra

Porque se no cantar vier a dor     

Cairá da lua a lágrima de seda   

 

O fado é a minha alegria

E não me levará a uma cilada       

Sem ele certamente seria 

A minha vida desencontrada 

E eu ao fado tudo daria

P´ra não a ter desesperada

 

Cantai-o eternos fadistas

Com vossa alegria sem igual

Nem que seja nas revistas

Porque ninguém vos leva a mal

E p´lo fado um dia vão morrer

Cantadores fadistas de Portugal!

 

de: fernando ramos

30.7.2005  

publicado por Fernando Ramos às 14:42

Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO