Minha Poesia

30
Abr 20

 

63 (1).jpg

 

 FALAR DE LISBOA


Falar de ti ó cidade
é sempre muito agradável
tanta coisa para dizer
da Lisboa de liberdade

Cidade de altos e baixos
sete colinas, ela tem
Jardins, praças e Museus
existem, nela também

E o parque das Nações
Junto ao rio da Cidade
é a parte nova de Lisboa
que nos enche de felicidade

Belas Ruas e avenidas, há
de Alvalade a Belém,
E temos o Oceanário
que é muito bonito também

Passeando pela cidade
alguns jardins encontramos
Um Campo Grande muito verdinho
para os lados de Entre-Campos

E a nossa Baixa antiga
há lá uma zona bem bonita
é a Praça da Figueira
onde o Castelo se avista

Lisboa é conhecida
pelos seus raios solares
mas o que a faz tão alegre
são os seus belos cantares

Os eléctricos amarelos
são transportes de Lisboa
os turistas viajam neles
que dizem ser coisa boa

Esta cidade de Marinheiros
é das mais bonitas do mundo
tem um povo muito simpático
e o rio Tejo bem ao fundo

E na Lisboa antiga
o fado é às desgarradas
o povo anda na rua
e os turistas nas noitadas

E nos Santos populares
quem vai nas marchas muito sua
é o povo que vai nelas
com as suas cantigas da rua

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 19:47

29
Abr 20

62.jpg

HÁ PROSAS

Há prosas que falam de amor
Há Prosas que falam do céu
Há prosas que falam das cidades
Há prosas que falam dos rios
Há prosas que falam de crianças
Há prosas que falam das estrelas
Há prosas que falam dos animais
Há prosas que falam dos livros
Há prosas que falam da guerra
Há prosas que falam da paz

Mas para mim, boas prosas são,
as que falam de ti, mulher

Há prosas que falam de ti
Há prosas que falam de teu corpo
Há prosas que falam de teus lábios
Há prosas que falam de teus olhos
Há prosas que falam de teus cabelos
Há prosas...

Mas as melhores prosas são,
as que falam do nosso amor

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 15:40

28
Abr 20

61 (1).jpg

 

MÁ VIDA

Passear em certas ruas
da minha cidade à noite
é por vezes uma aventura
Encontramos sombras,
as sombras do medo
E mulheres de má vida 
vagueiam por aí
no meio da silenciosa sombra
em algumas esquinas,
a quem a sociedade 
displicentemente 
chama de local das "putas"
Elas que vão andando 
por lá, em zonas
mais ou menos escuras
onde muito poucos
talvez enfrentando
o tal medo, aí passam
Os bares de alterne 
que há em alguns locais
tem mulheres e homens 
que são empregados,
ou mesmo proprietários,
que à porta vão convidando 
quem passa, a penetrarem 
nos seus antros mais recônditos
Lá dentro, prostitutas
de pernas sinuosas vão mostrando 
seu corpo, esperando por um
cliente de última hora, que
teima em não entrar
Algumas delas, vê-se pelos seus
olhares, o medo que as cerca
pela presença, por perto de
seus chulos, que se dizem 
protectores, mas mais
não fazem do que explorá-las
Não tendo algumas, qualquer
meio de abandonarem essa vida
por se encontrarem ‘agarradas’ 
Umas por dificuldades económicas
outras mesmo, à droga que as
vai matando pouco, a pouco
mantendo-as como preciosas
companheiras das sombras 
do seu mau destino
Pobre sociedade esta 
onde vivemos, 
que não protege seus filhos, 
e os obriga a vidas,
que muito poucos entendem
ou não querem entender
      de: Fernando Ramos


publicado por Fernando Ramos às 22:54

15
Abr 20

60 (1).jpg

 

 AMOR NO ESQUECIMENTO


Enviei pró esquecimento o amor
que sentia por ti
não sei se será por pouco tempo
ou não será, tão breve assim
Quero fugir deste braseiro
que consome meu peito
e não o tenho conseguido
Já enviei o amor desfeito
para um lugar de esquecimento
Minha paixão não pode ser de nada,
tem de ser de tudo
por isso coloquei lá este meu pobre amor
Não posso ser só eu amar
guardando a tua imagem em meu ser,
que sofre pela tua indiferença
A ti pouco importa meu desespero
e eu não posso mais
e enviei este amor para o esquecimento
Talvez não seja seu local exacto
mas tenho de te esquecer
Não faz mais sentido
sofrer tanto assim

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 22:15

14
Abr 20

59 (1).jpg

 

POBRE POVO

 

Neste pobre país

aconsciência moral 
parece estar afastada
daqueles que têm obrigações
perante quem os elegeu
A corrupção em determinados
sectores da sociedade
vai acontecendo
Em que políticos, ou pessoas
sem vínculo político
mas ligadas a diversas actividades
de grandes responsabilidades
se passeiam por cidades 
aldeias e vilas
como de heróis, se tratassem
Alguns, têm a justiça há volta deles
com processo onde são arguidos
mas a justiça mal funciona por 
causa de uma máquina pesada
e mantida por outros políticos
incompetentes, e se calhar por 
interesses diversos
Os julgamentos levam anos 
a fazer-se, e com isso
permitindo-se tudo, ou quase tudo
Temos casos de alguns desses 
políticos Autarcas, se darem ao luxo
de voltarem a concorrer 
Para os mesmos lugares
Onde desviaram dinheiros públicos 
para proveito próprio
Políticos sem vergonha 
que voltam a enganar o povo 
pedindo o seu voto
com promessas de benesses
que quase sempre
não são cumpridas 
E se forem terão sempre
algum interesse pessoal
Povo ingénuo
Que se deixa enganar
por 'trinta dinheiros' e volta
a votar nestes 'figurões'
e por vezes elegendo-os 
para lugares importantes
Pobre país este
para onde vais
com um povo assim!

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 18:57

12
Abr 20

58 (1).jpg

 

PENSAMENTO OCULTO
 
Tenho pensamentos 
que andam 
à muito ocultos
Agora estão surgindo
em minha mente
E vejo-te, como há muito
não acontecia
Tudo me parece um fardo
que carreguei tempo de mais
pela ânsia de não te sentir
ou não te ver
Passou demasiado tempo
que tua imagem não aparecia 
E sem saber de teu espírito
que por mim antes esvoaçava
Tive de dar como perdido e deixar ir
para um local de esquecimento.
E por teres ido para o lado
oculto de meu ser
talvez a mágoa, 
também tenha ido
Ainda por vezes, 
meus pensamentos me atraiçoam
e tu apareces como hoje
Mas é bom esta tua
fugaz presença, 
e eu, fico surpreendido
por ainda te amar

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 11:18

11
Abr 20

 

57 (1).jpg

 

57 - A VIDA


No fim de tantos desafios
e também de alguns disparates
que vamos fazendo pela vida fora
Finalmente percebemos a grande lição!
A vida só pode ter beleza e amor,
quando atingimos o ponto
em que amamos tanto os outros
como a nós próprios
Assim conseguiremos colocar
o sofrimento num velho baú lá de casa,
e continuar nosso caminho
Com isso conseguiremos olhar
a vida, e os outros de frente,
sem grandes medos, e velhos preconceitos
Como a indiferença o egoísmo,
e o racismo que ainda existem
na nossa sociedade que se diz globalizada
e que não é mais, do que fechada em si própria
Temos sempre de ter força e ir à luta,
na certeza que solidários uns com os outros
poderemos vencer E com isso viver cada dia
da nossa vida com mais liberdade,
como se do último dia tratasse
Temos de dar atenção a todos os pormenores
que nos rodeiam, e perceber o encanto
que tem as pequenas coisas,
que sempre julgámos menos importantes,
e que a natureza generosamente nos vai oferecendo
Como as pessoas, o mar os animais,
o amor e sempre o amor pelos outros também

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 20:28

10
Abr 20

56 (1).jpg

 

CORAÇAO SEM AMOR
Vou domar o meu amor
De coração sereno e contido
Sem deixar que ele sofra
No teu mundo perdido
E como então, acalmá-lo
Com teu amor de pouco ardor
Se tu por ele não sentes
A mesma poesia de amor
Canto poemas para ti
Parece-me que de nada serve
Meu coração te ama de mais
E só ele, só ele é que perde
Poemas de amor eu escrevo
Para teu coração acordar
O meu não quer ficar só
E precisa do teu p'ra amar

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 15:41

05
Abr 20

55 (1).jpg

 

55 - O MEDO


Andamos a ser dominados pela violência,
que traz terror, infelicidade e desconfiança
Ela persegue a humanidade
com a sua actuação rápida e traiçoeira,
em locais que não se espera
Onde terroristas bastardos
tudo destroem sem dó
Parece que o medo está a ganhar
e tem tudo para continuar na vingança,
na morte e destruição
Ele segue o caminho onde a paz
é podre e impossível
Os povos não estão seguros
temos de enfrentar este receio
que nos enlouquece, persegue-nos, e mata
O medo não pode chegar
de forma alguma em primeiro nós
não podemos deixar que ele nos vença
Temos de ser fortes persistentes
e audazes para o enfrentar de peito aberto

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 11:47

04
Abr 20

 

 

54 (1).jpg

 

54 . OS ELECTRICOS DA CARRIS


Nos elétricos, da carris
Viajar é coisa boa
Percorrem ruas e avenidas
Colorindo a menina Lisboa~

Na carreira vinte e oito
Que dos Prazeres à Baixa, vai
Está sempre tão chainho
Mas dele, ninguém sai

Simpáticas viagens se fazem
Da Praça da Figueira a Belém
Bem juntinhos ao rio Tejo
Numa viagem de vai e vem

E nas viagens pró Castelo
Vão turistas encantados
Alguns não tem este transporte
Que cá, os deixa maravilhados

Digam lá senhores estrangeiros
Se as viagens não são bonitas
Vê-se Lisboa dos Eléctricos
Nos passeios p'ra turistas

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 21:39

Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO