Minha Poesia

16
Fev 20

38 (1).jpg

 

A COLINA

Ao subir a longa colina
No meio, fui descansar
Estava tão exausto
Que por ali tive de ficar
Passado algum tempo
Ganhei forças para andar
Subi mais um pouco
Mas acabei por parar
Estava eu, a voltar andar
Quando para cima olhei
E ao ver o cimo da colina
Tão preocupado fiquei
Não é que a minha amiga colina
Muito cumprida, ela é
Ainda vou perder algumas horas
Para ao cimo, chegar a pé
E vou por ali acima de abalada
Que de forças já estou capaz
Ao estar próximo da chegada
Vi lá um grande cartaz
O tal cartaz dizia assim:
Vieste tu por aí fora
E como prémio te digo
Adeus, ó vai-te embora

Pensava que ir ao topo da colina
Era preciso persistência e arte
Afinal, não passou de tolice
Para não dizer um disparate

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 17:55

15
Fev 20

37 (1).jpg

 


MINHA CORAGEM

Tenha eu coragem
De viver um dia de cada vez
Na doce loucura De te amar
Deus faça com que eu nunca
Te esqueça, apesar da saudade
Me fazer perder a razão
Nas noites vazias
E que me deixe amar
Sem odiar tuas ofensas
Tenha eu sempre vontade
De procurar minha alma em ti
E que a solidão
Nunca me sirva
De má companhia
Para momentos de pecado
Meu Deus,
Tenha eu coragem para viver
Sem esta dor
E que este amor
Nunca fuja de ti

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 11:01

14
Fev 20

36 (1).jpg

 

EU TE PROCUREI
 
No mundo perdido andei
E por vários mares naveguei
Procurei-te por todo lado
E às estrelas por ti perguntei
De lá, elas disseram
Que ao mundo tu vieste
Porque tinhas de me amar
E eu, passei longo tempo
Sem alguma vez te encontrar
Minha vida não tem mais sentido
Por todo lado andei
E até nas montanhas do norte
Eu te procurei
Onde andas meu amor?
 

De: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 21:35

08
Fev 20

35 FR (1).jpg

 

35 - TENHO PRESSA
 
Tenho pressa de partir
Para lugares bem longínquos
Por lá quero ficar 
E nova vida encontrar
Tenho pressa de partir
E desta solidão fugir
Encontrar novos caminhos
E a meu Deus poder servir
Tenho pressa de partir
Do destino que me persegue
Não ter como companheira 
A tristeza que me segue
Tenho pressa de partir,
Ó vento levai-me para norte
Para as terras do meu amor
Onde mora minha sorte
Tenho pressa de partir
Para num novo mundo viver
Lá começar tudo de novo
Mudar de vida, tem de ser

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 14:25

07
Fev 20

34 1 (1) (1).jpg

 

34 - BORBOLETA DE MIL CORES
Borboleta que não paras de voar 
Pela roseira do meu jardim
Vais de ramo em ramo
Procurando um bonito lugar ali
Voa, voa, linda borboleta
enche-me a alma de alegria
O teu voar é tão bonito
Quanto minha alma queria
Minhas rosas ficam lindas
Quando a elas chegares
Teu pousar tem mais graça
depois do lugar encontrares
borboleta de mil cores
Que caminho procurais 
Não gostas do meu roseiral
Ou são picos demais
Linda borboleta de tantas cores 
Já vais cansada de voares
Minhas rosas ficam tristes
Se à minha roseira não voltares
Ó borboleta minha
Mais de mil cores tinhas tu
Voavas pelas as minhas rosas
Como em mais jardim algum
Deus levou-te para outros voos
E a linda roseira deixas-te,
Tristes todos nós ficamos
Porque para outro jardim voaste

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 10:20

06
Fev 20

 

33 1 (1).jpg

 

33 - EXTREMISMO NÃO!

O mal do ser humano 
É o seu extremismo absurdo
Que em algumas situações 
Leva à loucura total
Alguns são fanáticos
Outros radicais loucos
Que só espalham o mal
Por países cada vez
Mais miseráveis
À gente que mata por 
Ideologias estúpidas e sem nexo
Quem sofre é sempre o mesmo
Os mais desfavorecidos 
Deste mundo incompreendido
Deus no seu imenso coração
Nos perdoe a todos
E nos conceda outro mundo melhor
Porque este, está farto
Dos extremistas loucos 
Em que o valor humano
Não conta, a não ser
Para estatísticas
Que de nada servem
Para bem dos mais infelizes
E de muitos outros
Que mais se pode fazer
Para evitar as loucuras
De alguns fanáticos 
Que só se preocupam 
Em espalhar o terror 
Destruição e morte
Extremismo não
Grita-se por esse mundo fora 
Onde o povo está a sofrer
De uma guerra atroz
Que não termina 
Por interesses económicos
De gente sem coração

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 22:37

05
Fev 20

 

32.jpg

 

A ALMA NAS ESTRELAS

 

Se minha alma
Ás estrelas chegar
É porque viaja num tempo
Que não termina
Procurando a verdade jamais vivida
E se, outras almas
De várias cores 
A minha encontrar
Fico sabendo que a alma 
Não tem raça nem cor
Mas sim vida divina
 

de: Fernando Ramos

publicado por Fernando Ramos às 16:21

Fevereiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO