Minha Poesia

30
Jul 19

970.jpg

 

970 - NOITE PERFEITA

 

Se a melancolia á noite te invadir

E se te cair a lágrima de tristeza

Sob o olhar da Lua solidária

Não deixes tombar a lágrima

Nem a Lua também ficar triste

Parte a lágrima ao meio

E dá-me metade

P´ra noite de luar, p´ra nós sorrir   

Porque chorarei contigo

E quando eu rir de alegria

Sob o brilho da sedutora Lua

Dou-te meu sorriso por inteiro

Só p´ra te ver feliz

P´ra nossa noite de luar

Numa aragem que a alma incendia

Ser perfeita 

 

de: Fernando Ramos

 

 

 

publicado por Fernando Ramos às 21:53

28
Jul 19

 

969.jpg

 

969 - ACONTECE PAIXÃO

 

De nuvem em nuvem, num arco iris 

Demos as mão ás cores a sorrir

Nesse dia chegas-te ao meu destino

E por teu olhar me apaixonei

Não mais me deixas-te sozinho

Por toda a vida, teu serei

E neste amor que em nós nasceu

Ao nosso Deus eternamente agradecerei
P´la nossa paixao que um dia aconteceu

 

de: Fernando Ramos

publicado por Fernando Ramos às 19:43

27
Jul 19

968.jpg

 

968 - CONFORTO DO DINHEIRO

Andam por aí alguns senhores 

A ruinar a vida a muitos

Com  sua riqueza, orgulho

Desprezo e vaidade

Esquecendo-se que a vida

Por vezes faz um circulo

E cá se fazem, cá se paga

Esquecendo que a dor

Que vão causando 

A muitos vai passar

E quem vai alegremente 

Construindo seus Castelos

Por cima de muitos

Julgam-se serem os sábios

No seu mundo de espertos 

Esquecendo-se que os outro

Que tanto rejeitam e ignoram

São seus irmãos

Pobre gente, que quando morrerem

Serão tão pobres, como os pobres

Que sempre desprezaram

Só porque apenas tinham

O conforto do dinheiro,

Nada mais que ignorancia atrevida

Tornando a sua existência pernográfica

E quando essas pessoas de dinheiro

Deixarem de pensar na importancia da riqueza

Irão perceber como importantes 

São as pessoas

De; Fernando Ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 16:46

26
Jul 19

 

967..jpg

 

 

967 - ESCOLHAS

 

Não são as coisas que possuímos

Ou o que se compra que é a nossa riqueza

E felicidade

Importante é a Saúde e a paz de Espírito

De se estar bem

Com todos e com o mundo

Por que os momentos especiais

Não tem qualquer preço

E o bom é estar-se bem com as pessoas

Que estão próximas de nós

Como a família e os amigos

Que o destino juntou 

Que amamos, e que nos amam

Porque as escolhas que se faz na vida

Trazendo a distancia e a ganância

Só nos leva ao egoísmo e á saudade

E o egoísmo só nos leva à solidão

E a saudade ao isolamento

Perdendo-se a grandeza do bem

Que nunca tiveram

 

De: Fernando Ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 12:24

25
Jul 19

 

966.jpg

 

966 - ÉS O MEU MUNDO

 

Minha louca paixão por ti 

diz-me neste momento

p´ra pedir ao tempo

p´ra gostares de mim

 

Apenas sei que gosto de ti

num desatino e deleite, e tu não pensas nisso

e nesta mágoa de dor sem fim 

vou esperando o tempo que for preciso

 

E peço ao tempo que me dê tempo

porque este amor por ti não mente

esse amor por mim é tão lento

E o tempo fica, e quem passa é a gente

 

E este teu nada de amor é demais

e entre feridas ternuras o nada p´ra mim é tudo

aguardo rodopiando, porque jamais

te deixarei de te amar, tu és o meu mundo

 

de: Fernando Ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 11:36

23
Jul 19

965.jpg

 

965 - PORQUÊ TANTAS MENTIRAS

Lá fora, e cá dentro

Um mundo cruel e egoísta,
Mente com enorme naturalidade
Mente, porque os homens falam de paz
E por interesses que se advinha
Ela não acontece

 Porquê tantas mentiras?
Se todos sabemos, que de paz só se fala
Morrem inocentes, crianças, velhos e pobres
Por bombas colocadas
Em nome de bonitos ideais
Precisamente, por alguns que apregoam a paz
Mas mais não fazem, que lutar p’la defesa
Dos seus magnânimos interesses
E vejam...
Até se grita por paz
Quando loucos tudo destroem,
Matam, e falam em nome de Deus

 Porquê tantas mentiras?
Se é mais verdadeiro
O amor das borboletas p’las flores
Se é mais verdadeiro o mel
Que as abelhas nos presenteiam
Se é mais verdadeiro o voo do condor
Se é mais verdadeiro
O olhar piedoso de Cristo,
Crucificado por nós na cruz

Porquê tantas mentiras?
Se lá fora, continua o troar dos canhões
Se lá fora, e cá dentro
Ouço o choro da pobreza
Se lá fora, a chuva do mal
Não pára de salpicar de morte, a vida

Porquê tantas mentiras?
Se nos andamos a enganar,
Se a paz p’ra tantos, só chega na morte

 Porquê tantas mentiras?
Porque nos enganam
Os senhores do poder
Com promessas cheias de esperança,
Se vivem em palácios
Repletos de opulência,
E dum futuro sempre risonho só p’ra eles
Se apenas, e só apenas
Nos espera a mentira!

 DE: Fernando Ramos

publicado por Fernando Ramos às 10:35

22
Jul 19

 

964.jpg

 

 

 HOJE FAÇO ANOS

 

 Nesta altura da minha vida

Fazer anos é o acto mais normal

Do destino de qualquer outro

O importante, não é os anos

que vão passando

O importante é o que ganhamos

Nesses mesmos anos

Porque o que perdemos pouco importa

Para mim o mais importante

São algumas das minhas "manias"

Sim, porque simples mortal que sou

Também tenho algumas

Como amar, sempre amar

A família, os amigos,

E as pequenas coisas que nos rodeiam

E vejam lá… O meu clube 

Enfim... A tal imensidão da vida

O que é importante, ao fim

Das dezenas de anos que levo

É ter a consciência de que,

O que por aqui ando a fazer

Não vai contra a liberdade dos outros,

E contra a sua boa vivência

Ou contra os limites que a Natureza

Generosamente nos oferece

Hoje é mais um dia

Que para mim é normal

Apenas só faço anos

 

de: Fernando Ramos

22 Junho

publicado por Fernando Ramos às 22:52

21
Jul 19

 

963.jpg

 

COISAS DA VIDA

 

Já sentiste o cheiro da rosa

Já viste as abelhas darem-lhe amor

Já ouviste um fado de rir e de doer

Já percebes como são as coisas da vida

E vais pró meio da rua

Sentires o vento rodear-te

E gostas da luz da lua

Em teu corpo beijar-te

Ou sentires o coração nas mãos

E a fé num beijar

E tu... com o coração nas mãos

E a fé num desejar

São estas as coisas da vida

Que dão viver e não querer morrer

E tu vais estar sem medo p´ra sorte tua   

P´ra saberes que divertir é viver

Avaliando o preço de perder teu medo

Que é mais feio que a cor dum arco iris

E até podes saber ser herói por um dia

Sem sentires o rasgar do coração

E não perderes as oportunidades

Que nunca nos abandonam 

Nas simples coisas da vida

 

de Fernando Ramos 

 

publicado por Fernando Ramos às 20:10

19
Jul 19

 

 

  • VIVER AS AMIZADES 
  •  
  • Não coleciono histórias
  • Nem tento ser apanhador
  • De factos na minha memória
  • Mas ás vezes penso
  • Ter nascido na década errada
  • Por ter princípios que já se perderam
  • Amo coisas que já não se dá valor
  • Como a palavra dada que era lei
  • E o respeito pelos outros, pela natureza
  • Que ainda sorri e nos oferta seu perfume
  • Ou ir à noite pró jardim sem receios
  • Com amigos de longa data
  •  
  • Amizades verdadeiras deixando saudades
  • Que nos abraçavam de coração com coração
  • Trocando palavras p´ra vida
  • Como era tão bom viver essas amizades
  • Fascinando-nos com seu prazer de estar presente 
  • Hoje os verdadeiros amigos são tão poucos
  • Que são um tesouro e a maior riqueza
  • Guardados num carinho que tanto desejamos
  • E que permaneçam pelo tempo
  • Como a borboleta que através dos tempos
  • Voa e deixa magia deslumbrando nosso olhar
  • E carregando o colorido da saudade
  •  
  • DE: Fernando Ramos
  •  20.9.2014
publicado por Fernando Ramos às 18:29

16
Jul 19

 

 

O DESTINO NÃO É IGUAL 

 

O destino não é igual p´ra todos

Uns são mais felizardos

Outros menos, muito menos 

Acontecendo por vezes

A tal reviravolta do destino

Que tudo muda

Sei o que é passar necessidades

Também sei o que é ter fartura

A vida ensinou-me a viver 

Em qualquer situação 

Seja bem alimentado ou menos

Ter o necessário, ou ter muito pouco

O meu destino é este 

E nesta fase da vida

Apenas quero guardar 

E sentir bem forte tudo que a vida

Me ensinou na escola do dia a dia

P´ra onde o caminho me levar

Irá sempre meu passado no olhar

São lembranças que jamais se apagam

Mas sempre olharei pró futuro

Com a mesma determinação

Paciência e luta

Vivida no passado

Que se encontra logo ali

Num tempo que passou depressa

Esta é a vida de qualquer um

Esta é a minha vida

 

de : Fernando Ramos

7.6.2014

 

 

publicado por Fernando Ramos às 16:06

Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

15
17
18
20

24

29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO