Minha Poesia

05
Mar 18

799 - 1 (2).jpg

799-2.jpg

 

 

  • ERAMOS TANTOS
  •  
  • Há certas alturas na vida, que a saudade 
    Nos dá uma pancada forte no coração
    Que nos vai deixando de rastos
    Porque fios de memória nos assaltam
    Vindos não se sabendo bem de onde
    Na minha juventude, em minha casa 
    Ali para os lados de Alvalade
    Éramos tantos, muitos mesmo
    Éramos dezassete, e por vezes mais 
    Quando mais alguém aparecia
  • Éramos uma verdadeira família, 
    Apesar de muitos
    Não éramos a família perfeita
    Como nenhuma é
    Mas éramos uma família no sentido
    Mais lato da palavra
    Irmãos, éramos nove, mais pai e mãe
    Avó, três primos, tio e tia
    Era o que se pode dizer, uma casa cheia
    E até, também nos fazia companhia
    Um ou outro cão rafeiro, que
    Nós os miúdos levávamos lá para casa
    Já não falando da passarada
    Que nos pareciam tão felizes como nós
  • Todos se sentavam à mesma mesa
    E escusado será dizer, que era uma festa
    Éramos os reis da vida, pobres mas reis
    Hoje dava tudo só p’la felicidade 
    Desse quadro da altura
    Agora, ainda me lembro 
    De como éramos tão unidos
    Apesar de lá em casa entrar 
    Parcas moedas dos salários 
    Dos meus pais, e tios 
    Fazendo eles autênticos milagres 
    Para dar de comer a tanta boca
    Hoje já quase que não se pode dizer
    Como dizia minha mãe: 
    “Onde comem dois... Comem três”
    Mas ali, esse número 
    Era sempre a multiplicar
    Hoje já não somos tantos 
    Pais, tios e avós já não estão cá
    E nós, irmãos e primos, cada um
    Tem a sua vida e seus filhos
    E já vai sendo mais difícil 
    Vermo-nos todos ao mesmo tempo
    A não ser, para um ou outro momento
    E por vezes, bem difícil é esse momento
    Que saudades eu tenho 
    Do tempo, onde éramos tantos
  • E tão felizes
  •  
  • De: Fernando Ramos
publicado por Fernando Ramos às 10:43

Março 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO