Minha Poesia

17
Mar 17

 

 

MINHA OPÇÃO, O FADO

 

Sou artista por opção,
E o fado é o meu gosto
Canto-o sem ilusão
Nele vai meu rosto

 

Por aí, levei anos a cantar
Poemas de amigos meus
Inspirando-me e fazendo amar

A vida que agradeço a Deus

 

O coração que minha voz encanta
Brevemente vai deixar de bater
Dedilham cordas na guitarra Santa
Pró fado da partida, e entristecer

 

Estou no fim do meu caminho
Que me vai levar na hora
Deixarei este meu ninho
Ele foi meu lar a vida fora

 

Mas o fado, vai comigo
Essa é minha vontade
A Deus faço este pedido
P’ra dele não sentir saudade

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 18:05

Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO