Minha Poesia

17
Fev 17

 

 

A PAIXÃO É MUITO IMPORTANTE

 

Um dia, alguns irão declamar
Poesia que escrevi
De lá do céu irei espreitar
Se dela alguém se ri

 

A poesia, é um gosto meu
Que deixo para sonhares
Está escrita para um amor teu
Convém dela não maltratares

 

Não troces do que não sentes
A paixão é muito importante
Alguns tem amores ausentes
E dele, sofre teu semelhante

 

Bom é gostar de alguém
ir com o destino, até à partida 
Nem que seja amar a mãe
Que nos dá o sopro da vida

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 22:18

  

 

ACASOS DA VIDA

 

A vida por vezes, é nos injusta,
insensível, ou descuidada
Poderá ser ingrata, fraca, 
estúpida, ou de desilusão
Mas, é o tal farol

que nos leva ancorar, 
num porto e nos poderá fazer feliz,

ou infeliz
Lá, geralmente encontramos

outras vidas que sofrem

dos mesmos dilemas, ou desilusões

totalmente incompreendidas

 

Achamos que ela nos prega partidas
E quase sempre poderá ser verdade,
ou talvez não
Teremos de ser justos para com ela
pois ela tem momentos 
belos de virtuosidade, especialmente

quando nos apaixonamos 
e nos unimos a outra vida
Algumas vezes desse amor, nossos sonhos 
são magias de ouro e completam-se
Criando outra, ou outras vidas que nos
enche de orgulho e nos faz viver em perfeita 
harmonia com ela própria, ou talvez não…

 

Aí, é quando aparece o seu mistério perverso,
mas quando o não, não existe,

apesar de encontros, desencontros, e reencontros 
A vida é o mel da luz de Deus
Mas se persiste esse não,

ele nos traz a dor que é como uma teia

que nos vai tecendo
Temos de encontrar forças no fundo de nós
e ir serpenteando brandamente para contrariar 
esse trilho mais penoso,

que nos anda a embebedar na sua fatalidade,

o que nos leva aos acasos menos bons,

que só de existirem 
significa criar a imagem negativa 
da própria vida

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 11:46

15
Fev 17

  

 

UMA ESTRELA EM MIM

 

Há uma estrela em mim
Que ilumina a noite calma
Deixa-me viver feliz por aí
Cintilando-me doçura na alma

 

Não é um sol qualquer
Que dá luz a meu coração
Ela me trouxe a mulher
Que comigo vive em perdição

 

Seus raios são minha vida
Dão-me calor e bom momento
Como à Deusa que me é querida
Que ao altar levei em casamento

 

Esta estrela não posso perder
Pois é fonte de minha inspiração
Com ela ficarei enquanto viver
Mais a dona de meu coração

 

P’ra mim, ela é um poema
Belo e não tristonho
Faz-me da vida uma linda cena
Tão perfeita como meu sonho

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 17:37

 

 

POR TEU AMOR VIVEREI

 

Amar, eu quero loucamente
Este é um desígnio de Deus
Acariciar, e sentir-te docemente
Perdendo-me entre braços teus

 

Beijar, beijar ardentemente
Anseiam meus lábios nos teus
Amar, amar, estupidamente
Confortar-te de desejos meus

 

Desta paixão posso morrer
Se não sentir amor teu
Deixar isso acontecer
É a ordem, que o Divino deu

 

Por teu amor viverei
E irás na minha eternidade
Se não me amas, não sei que farei
De ti, morrerei entre a saudade

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 12:09

14
Fev 17

 

 

CRAVO VERMELHO

 

Hoje ofereci um cravo vermelho
ao mendigo da minha Avenida
perguntou, e pediu um conselho
Se o cravo mudaria sua vida

 

Olhei para ele, e emudeci
Resposta esperava com ansiedade
Disse-lhe que nem não, nem sim
Mas falei-lhe de Liberdade

 

Ele deu uma gargalhada
E aí, eu não percebi
É que a dele, tinha sido roubada
Porque nunca a viu por ali

 

E ainda me disse mais
Liberdade é não mendigar
É amor, solidariedade, e outros tais
Que a ele não deixavam chegar

 

Mas ficou com o cravo vermelho
Com a esperança da vida mudar
E se hoje alguém se vir ao espelho
Aquele rosto pousadamente irá encontrar

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 14:25

  

 

NOBRE E LEAL BOCAGE

 

Regressou da Índia exuberante
O poeta do amor e de fino traje
Escreveu lá triste vida errante
Que o fez, Nobre e Leal Bocage

 

Sua Setúbal nunca o esqueceu
E seus amores também não
Destes, muito ele escreveu
Perfeita poesia de sua razão

 

Grande mestre de muito saber
E de amores transcendentes
Alguns, veio a perder
Por atitudes inconsequentes

 

Setúbal e Nicola, perdeu seu poeta
Que amava a ilustre Nação
Recebia do cupido, a seta certa
Presenteando seu coração

 

E Bocage, ficou na história
Como um poeta maior, de Portugal
Declamava seus poemas em gloria
Não existindo mais, poeta genial

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 10:20

13
Fev 17

  

 

GRANDIOSA FEITICEIRA

 

Vejo o florir da primavera
Sentindo paixões inspiradas
Vão pró jardim, que a rosa lidera
Onde se colhe belas flores encantadas

 

Lá, a feiticeira oferece o mel das luas 
Bem próximo da casa dos amores
Juntinho ás arvores quase nuas
À paixão deixei flores e seus odores

 

Foi um lapso complicado, 
As entreguei a quem não devia
Não estava meu amor esperado 
Mas disso, o coração não sabia

 

Pedi à grandiosa feiticeira
Que desfizesse tal engano
Ela me disse que havia maneira
Se aguardasse p’ra aí, um ano

 

E foi o que aconteceu
Por outra primavera esperei
Novas flores o coração ofereceu
Ao amor,de quem me inspirei

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 15:10

  

 

É BOM REVER AMIGOS

 

É bom rever tanto amigo
Sentir muitas cores de amizade
O tempo passou, e já não consigo
Suportar esta saudade

 

Hoje, aqui estou convosco
Sentindo tanta felicidade
Alguns, não estão connosco
Talvez na próxima oportunidade

 

É bom rever, tantos amigos
E ver seus olhos brilhar
Mostram um amor sem perigos
Da nossa amizade terminar

 

Este é um momentos muito feliz
De estarmos com quem gostamos
O encontro, foi Deus que quis
Porque sabe que nos amamos

É bom rever tantos amigos
Que são poesia na nossa vida
Cá estaremos, distribuindo mimos
Quando todos, formos de partida

 

De: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 10:17

12
Fev 17

  

 

APENAS UM POEMA

 

Hoje é um dia feliz
chegou a divina inspiração poética
Vem forte, alegre, descontraída

Faz-me passar para um papel,
palavras que completam quadras 
em rimas, ou não

 

Hoje vou escrever poesia
Este é um bonito dia para se ter
um sinal de inspiração

Não sei se vai ser alegre ou triste,
sei apenas que me vai dizer que está cá,
e seja o que ela quiser

 

Escrevo, e vem frases arrebatadoras
que entontecem um coração,
e vejam lá, até o meu
As silabas surgem,

vão bailando no cérebro, 
parecendo estar a representar 
num palco de espectáculos circenses

 

Bonito dia hoje para a poesia
Faço o que muito amo
Escrevo minha inspiração,
que sai límpida, simples, 
cristalina sem rendilhados,
escrevo apenas um poema

 

de: Fernando Ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 18:01

 

  

 

PRECISO DE TE FALAR AMIGO

 

Com lágrimas, 
percorrendo meu rosto
Busco de um lugar
onde se encontre um amigo
Com ele quero desabafar
meu desespero,
e lhe falar de meu erros, 
e das minhas recordações

 

Contar-lhe o passado, 
cujas memórias não encontro 
meio de controlar, sendo este 
o sinal de minha angústia
Quero falar-lhe dos meus amores,
e desamores de quando jovem
Ou até dos meus pobres 
momentos de criança

 

Preciso de te falar amigo,
dos trilhos por onde andei
e de alguns pecados cometidos,
das injustiças que pratiquei
Do descontrole total 
de minha vida a dois,
que terminou nesta solidão,
sendo agora minha companheira

 

Olho em meu redor,
procuro o amigo de há muito 
por mim abandonado, 
e esquecido nos caminhos 
de minha vida
Quando ele deveria

de ser a ancora,
p’ra me aconselhar a parar, 
da minha insensatez

 

Mas sei, que agora 
que de ti bem preciso 
Estás por ai p’ra me escutares, 
e te rires das minhas parvas 
loucuras, e asneiras
Obrigado amigo por existires,
e que apesar de eu estar

tão longe de ti, 
tu afinal, andavas bem perto

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 13:41

Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

16

19
20
21
23



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO