Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

56 - PAPOILAS A MARCAR

Fernando Ramos, 22.07.15

 


 PAPOILAS A MARCAR


 


Ao bater a noite iniciada


Sobe ao relvado o glorioso


Nessa hora de tarde arrumada


Desce a Águia pró voo talentoso


 


Olhai bom povo olhai


A graciosidade vai no ar


Brinda à multidão num vem, e vai


Batendo as asas em leve agitar


 


E a bola lá vai a rolar


No verde tapete majestoso


Com as papoilas logo a marcar


Um bonito golo bem precioso


 


Gritam gargantas a uma só voz


Golo do Benfica!!! E a rede balançou


Correm jogadores de todos nós


Agradecer à Águia que os inspirou


 


A noite é linda e sumptuosa


O Benfica mais uma vez ganhou


Aconteceu a bela arte misteriosa


Nesse jogo que o povo amou


 


A multidão abandona seu Estádio


Unidos e felizes sorrindo à vitória


Alguns ouvem através da rádio


Jogadas incríveis de boa memória


 


Este é o Benfica das noites puras


E até nas derrotas mostra grandeza


Nessas... Não faz tristes loucuras


Como os infiéis de triste esperteza


 


A gloriosa Águia de tanta bravura


Voa p´ra casa dentro do Estádio


Nem as luzes na fria noite escura


A fazem partir desse ninho sagrado


 


56 - De; Fernando Ramos