Minha Poesia

11
Jan 21

 

 

A GAIVOTA E A VARINA

 

Uma gaivota p´lo tejo, voa

Num belo dia de primavera

Atravessa a bonita Lisboa

E a peixeira por ela espera

 

Nesta cidade Alfacinha

Há uma Varina muito airosa

No pregão é a rainha

E também a mais charmosa

 

A gaivota depressa quer chegar

Porque traz um recadinho

Vem da Nau que vai acostar

P´ra varina, tráz o maridinho

 

Chega a Nau, e a Caravela

E o amor da varina peixeira

Também, o ouro e a canela

P'ra gente rica que queira

 

O povo pode não ter dinheiro

P'ra estas maravilhas comprar

Mas ele está sempre primeiro

Quando a Nau ao Tejo atracar

 

E a peixeira já tem seu amor

E com ele vai amar na boa

Parte a gaivota sem pudor

P'lo céu azul da linda Lisboa

 

de: fernando ramos

publicado por Fernando Ramos às 10:03

Janeiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13

22
23

25
26
28

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO