Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

FERNANDO RAMOS

Minha Poesia

152 - A SAUDADE

Fernando Ramos, 18.11.20

  

 

  • A SAUDADE
  •  
  • A saudade não se explica,
  • sente-se, e muito,
  • faz doer, e muito
  • É um vazio deixado
  • que não se apaga no tempo,
  • por muito que se faça
  • ela permanece como uma dor
  • Pode ser p'la falta de alguém 
  • que amamos
  • e que nos completa, 
  • ou mesmo a falta de algum 
  • animal que nos é querido, 
  • e não nos deixa esquecer
  • bons momentos de aconchego
  • É uma ausência 
  • que nunca é suprida, 
  • e está constantemente 
  • num cantinho do coração 
  • A saudade nos acompanha
  • sempre, e perturba
  • a nossa razão 
  • E o tempo vai aumentando 
  • a triste saudade,
  • que teima em ficar
  •  
  • de: fernando ramos