Minha Poesia

28
Out 20

  • 132 - TEU REGRESSO
  •  
  • Teu corpo é a beleza 
  • Da minha inspiração
  • Onde me perco
  • Na intuição vadia
  • Torneada de malicia
  • Nele vou esquecer 
  • Todo tempo que perdi
  • P´ra te encontrar
  • E agora ao ver-te
  • Recordo tua voz
  • Que nesta ausência
  • Minha memória preservava
  • Bem como o aroma 
  • Delicado de teu perfume
  •  
  • Onde andaste meu amor
  • Todo este tempo
  • Perdido sem sentido
  • E eu à muito que queria
  • Esse doce olhar e o gentil
  • Sorriso de teus lábios
  • Que os meus tanto anseiam
  •  
  • Viajei por oceanos
  • E tempestades desafiei
  • P´ra te encontrar
  • No fim nelas quase
  • Me afoguei por amor
  • Em oceanos sem fim
  • Por ti cantei melodias
  • Em noites de boémia
  • Entregando-me 
  • Ás recordações de teus
  • Suaves abraços
  •  
  • Saber por onde andaste
  • Pouco interessa agora
  • O importante, é que 
  • És o prado mais lindo
  • Da minha suave planície
  • Que vai dar a tranquilidade
  • Ao meu adormecer a teu lado
  •  
  • de: fernando Ramos
  • 14.8.2005
  •  

 

 

publicado por Fernando Ramos às 17:15

Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
16

19
20
21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO