Minha Poesia

18
Out 20

 

O ARTISTA DE MARIONETES

 

Tento lembrar
das vezes que contigo
fui feliz
Raramente o consigo
porque uma pequena sombra
ainda aparece 
em minha memória 
mas só isso...
Sei que em tuas mãos 
não passei
de um simples boneco
que tu manobravas
a belo prazer 
Agora estou só
e não vivo iludido
com as tuas falsas 
esperanças
Minha vida  hoje

leva outro sentido
fugi de teus dedos que
me seguravam como
o artista de marionetes
manobra o seu fantoche

de: fernando ramos
10.8.2005

 

 

publicado por Fernando Ramos às 10:50

Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13
16

19
20
21



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO