Minha Poesia

31
Ago 20

  • 106 - ESSE OLHAR
  •  
  • A luz dos olhos meus
  • Procura teu doce olhar
  • Brotam lágrimas por versos teus
  • por tarde eu o encontrar
  •  
  • À noite com teu olhar quero estar
  • Em pensamentos de amor
  • O meu só irá alcançar
  • P´ra me amares com rigor 
  •  
  • Esse olhar é da minha carne 
  • Quando te amo no chão
  • Teu amor tem muita arte
  • Porque nem diz sim, nem não
  •  
  • E na noite tornada escura
  • Me prendes no teu olhar
  • Ele me leva à loucura
  • Até meu peito se incendiar
  •  
  • Enquanto meu olhar te cerca
  • Dizes que passas ao lado
  • Deus queira que nunca me perca
  • Num triste grito calado
  •  
  • No dia que for dono desse olhar
  • Vou içar ao vento minhas velas
  • Meu barco irá navegar
  • Nas águas revoltas das caravelas
  •  
  • E nesse mar de tanto sal
  • Vai meu barco até ao cais
  • Próximo de teu olhar fica o areal
  • Onde o meu não brinca mais
  •  
  • No barco, ao chegar ao cais
  • teu olhar voltei a ver
  • O mar não deu tempo
  • ao que o meu, tem p´ra dizer
  •  
  • de: fernando ramos

02.8.2005 

publicado por Fernando Ramos às 14:31

Agosto 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO